“La Media Pena” vence nona edição do Festival Black & White

Terminou este fim-de-semana o Festival Audiovisual Black & White. O espanhol Sergio Barrejón é grande vencedor do certame com o filme “La Media Pena”. A obra venceu o Grande Prémio de Vídeo, o galardão de Melhor Vídeo Ficção e também Prémio de Vídeo atribuído pelo público. Segundo o júri, o grande prémio representa o que os jurados pensam ser o mais forte, mais divertido e melhor trabalho visual. Esperam também que esta obra represente os poderosos filmes que o júri teve a honra de visualizar durante a nona edição.

Ao nível da fotografia e do áudio, destaque para os artistas nacionais, nomeadamente Nuno Cruz, que recebeu o galardão de melhor áudio com a peça “Um Mal Comum”, e Tiago Carvalho, autor da série fotográfica vencedora, intitulada “Regresso ao Lar”. O filme canadiano “On the way to the sea”, realizado por Tao Gu, venceu o prémio de “Melhor Vídeo Documentário”. A produção das Ilhas Faroé, da autoria de Rannvá Káradóttir e Marianna Mørkøre, recebeu a distinção de Melhor Vídeo Experimental com “Magma”. “Miss Daisy Cutter”, de Laen Sanches, foi considerado o Melhor Vídeo Musical e “Chassé-hunted”, de Luise Omar & Teis Syvsig, arrecadou o prémio de Melhor Vídeo de Animação.

O filme “Sudd”, de Erik Rosenlund, recebeu a menção honrosa de ficção e “Folia”, da austríaca Anna Vidyaykina, levou para casa a menção honrosa de animação. O público do Festival distinguiu ainda a peça áudio “Digital Industry”, de Vasco Pucarinho, e ao nível de fotografia decidiu salientar o trabalho de José Farinha, mais precisamente a série fotográfica que denominou de “City boys”. O certame promovido pela Escola das Artes da Católica Porto regressa à em 2013, de 22 a 25 Maio.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This