19.23

Os números não dizem muito sobre a marca, mas a marca diz muito sobre estes e outros. Conheçam-na na RDB

Não eram 19.23 quando o escriba se lembrou de dar a conhecer esta marca aos leitores. Mas se calhar foi por essa hora que Doris Jobovitz se lembrou de a criar.

Na realidade, não há muito que se possa avançar sobre a 19.23… sabe-se que foi criada pela já referida Doris Jobovitz, em Brooklyn, e que cria t-shirts. Sabe-se também que, antes de criar a sua marca, Doris criava vestidos de noite para os mais abonados de Brooklyn, algo que, claramente, não lhe assentava.

Sabe-se, ainda, que a marca e, consequentemente, a sua mentora, é dada à nostalgia, com a impressão em todos os modelos de uma mensagem baseada em objectos e memórias distantes daqueles amores de Verão. Um destes objectos seria uma cassete de 1998 que diz qualquer coisa como “… que emoção de Verão… e vamos recordá-las com carinho – essas noites de Verão.” Faz muito mais sentido na língua inglesa.

Cada design da 19.23 é feito de forma cuidada, com um leve toque de uma preciosidade recentemente encontrada. Grafismos e cores refrescantes, atraentes e t-shirts que apresentam uma qualidade acima da média, são os trunfos apresentados pela marca. Não se pretende fazer coisas demasiado elaboradas. Não há necessidade. A sua roupa é simples, unisexo e possuem as tais frases. Escondidas, onde certas memórias devem permanecer…

Os preços, esses, começam nos trinta e pouco dólares e vão subindo. Não muito mais, mas ainda assim impeditivos para muitas carteiras.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This