É Isto #2 – Texto e fotografia de Isabel Milhanas Machado

É Isto #2

Avanço anos

Quero morder-te e ainda é como se estivesses vivo, quando quiseres, não tenho pressa, não me faças mais perguntas, caso-me contigo, sonhamos, eu em cima de ti: é melhor assim, dás-me a toalha?, eu sou baixinha e que altura tens tu?, eu quero que assim seja, passa pelo menos uma hora, depois vou, que o carro adormece, não, não me respondas assim, não dês pontapés na parede, não pagues o afastamento, não finjas que dormes, não adormeças ao sol, queres aprender a teoria do amor?, brinco contigo, falas ao meu ouvido, podia morrer agora, neste momento, avanço uns anos sobre ti, morro agora, agora que não sobra nenhum pedaço de espaço, vês?, vês como se abafa o oxigénio circundante?, o casaco nas costas parece mais largo, o que é que queres dizer?, as tuas costas, as tuas ancas, explica-me outra vez a teoria das árvores e das montanhas que partem de pé, repete ao meu ouvido até eu perceber, já podias ter pedido, eu sei, mas só agora quis, porquê?, só agora me apercebi.

 

Crónicas Anteriores: #1 Dispo-me

Texto e fotografia de Isabel Milhanas Machado



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This