Dead Nation: Apocalypse Edition – PS4

Dead Nation: Apocalypse Edition | Análise

Depois de Resogun, o simpático estúdio finlandês Housemarque decidiu dar mais um “mimo” a quem tem uma Playstation 4 e subscreve o serviço Playstation Plus. O apocalipse está assim de volta em Dead Nation: Apocalypse Edition. Só que desta vez completamente em HD e com novos modos de jogo.

Se deixaram escapar Dead Nation para a PS3, ou se este título simplesmente vos passou ao lado, têm agora uma boa oportunidade para o experimentar. Melhor ainda se tiverem Playstation Plus, uma vez que podem adquirir este título a custo zero. A Apocalypse Edition consiste na versão completa de Dead Nation e, além da actualização gráfica, tem também incluído o DLC Road to Devastation, e novos modos de jogo.

Falemos então do primeiro e principal destaque deste título, o HD. Devo dizer que resulta bastante bem e é a primeira coisa que nos salta à vista, especialmente no que diz respeito a efeitos de luz (ou falta dela em algumas situações menos agradáveis). Com esta actualização gráfica os cenários estão também mais polidos e interagir com eles e até mesmo explorá-los tornou-se mais aliciante. Não é deslumbrante, confesso mas cumpre bastante bem.

No que diz respeito à história, esta é a mesma que podiamos encontrar na versão original para a PS3. No entanto, para quem não conhece, segue uma breve introdução para que ninguém fique fora de contexto. Um vírus levou à devastação do mundo como o conhecemos. Salvo os vários mortos-vivos que assombram as ruas como uma praga, a sociedade é inexsistente. Um ano depois tudo ter acontecido assumimos o controlo dos protagonistas Jack McReady ou Scarlett Blake, se jogarmos sozinhos, ou dos dois se jogarmos no modo cooperativo. Jack e Scarlett são imunes ao vírus e  preparavam-se para sair do abrigo à procura de água e comida. Ao chegar a uma bomba de gasolina ouvem uma tentativa de comunicação por rádio, mas o sinal era tão fraco que só apanhavam estática. Mesmo, assim esta tentativa de comunicação significa que há mais sobreviventes Jack e Scarlett têm de arranjar uma forma de fortalecer o sinal e descobrir quem está a tentar comunicar e o que pretende.

Dead Nation: Apocalypse Edition - PS4

A história desenrola-se em 10 capítulos, cada um mais difícil que o outro, como é de esperar. Quando chegamos ao último somos presenteados com uma cinematic narrada por Jack ou Scarlett e que avança a história. A cada capítulo correspondem três Checkpoints e para chegarmos a cada um deles temos de primeiro passar por um sempre maior e mais complicado grupo de mortos-vivos.Se o estúdio Housemarque foi simpático ao ponto de nos oferecer este Dead Nation completo e em HD, o mundo, que criaram para nós é tudo menos simpático. Exemplo disso são as criaturas que temos de enfrentar das quais seguem alguns exemplos. Falando de morto-vivos temos os mais lentos, outros que correm histericamente na nossa direcção, outros mais gordos e como tal mais difíceis de derrubar. Mas há mais criaturas, temos umas mais roliças que explodem causando dano a tudo o que os rodeia, morto ou vivo, outras em que o impacto causado pelo seu salto nos causa enormes danos (especialmente se vierem aos pares) e outros que com lâminas em vez de braços, penso que não preciso falar muito destes, certo?

Dead Nation: Apocalypse Edition - PS4

Estes são alguns exemplos do que temos de enfrentar se quisermos chegar inteiros ao próximo checkpoint. Mas não se preocupem, pois com o arsenal de armas que temos disponível, estamos preparados para tudo o que se cruzar no nosso caminho. Metralhadoras, lança-chamas, lança-granadas, espingardas, granadas, dinamite e muito mais. Venha o apocalipse que nós estamos preparados para ele. Ao matar tudo que aparece à nossa frente e ao explorar os vários cenários vamos ganhando recompensas e dinheiro que vamos utilizar para adquirir e melhorar as nossas armas. É também a explorar que vamos encontrar peças de armadura para o nosso personagem. Mãos, peito e pernas é o que podemos equipar. Cada peça é diferente e como tal todas diferem nos pontos que serão distribuídos entre Força, Resistência e Agilidade. Combinem várias peças e vejam quais se adaptam ao vosso estilo de jogo. Uns se calhar preferem um personagem mais ágil e que consiga correr pelo cenário desviando-se das criaturas que o atacam, já outros preferem um personagem mais lento mas ao mesmo tempo mais resistente. A escolha é inteiramente vossa.

Dead Nation: Apocalypse Edition - PS4

A jogabilidade pouco mudou, continuamos com o sistema dual-stick, ou seja a jogar com os dois analógicos do comando, o esquerdo para deslocar o personagem e o direito para apontar a nossa arma. Os modos de jogo da versão da PS3 estão também presentes na Playstation 4 e são uma boa alternativa à rotina, por vezes imposta pelo modo história. Isto porque oferecem mais desafios do que simplesmente limpar o cenário de inimigos antes de chegarmos ao próximo checkpoint. Temos o Arcade onde temos 6 rondas para completar. Aqui vamos escolhendo o caminho do nosso personagem, um leva-nos a upgrades de armas, outro a dinheiro e mais pontos de vida e por fim temos outro que nos leva a upgrades de armadura e pontuação. Em cada caminho teremos depois de optar por uma das duas opções. Já no modo Endless a coisa complica-se, pois aqui não existem checkpoints, saves e temos apenas uma vida.  Como novidade temos o modo Challenges no qual podemos comparar estratégias e pontuações com os nossos amigos e lançar desafios. Temos também o modo Broadcast + onde quem nos vê, através da funcionalidade Share da Playstation 4 com o Twitch TV e Ustream, escolhe as dificuldades que se vão apresentar à nossa frente. Desde o número de inimigos ao nome das criaturas. Todos estes modos sempre passíveis de serem jogados num modo cooperativo local (na mesma consola) ou online.

Dead Nation: Apocalypse Edition chega em boa hora à PS4, especialmente quando o catálogo desta consola ainda não é muito vasto. Melhor ainda também para quem dispõe do serviço Playstation Plus onde não se tem de pagar mais para obter este título. Este é sem dúvida um título repleto de acção e ao juntarem-se com um amigo online ou na mesma consola o apocalipse nem vai saber o que lhe acertou.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This