walter_header

#7àSEXTA | Luís Nunes (Walter Benjamin)

Luís Nunes aceitou o nosso convite e, com a boa disposição que o caracteriza, brinda-nos com a sua selecção musical

Eis que regressamos para vos proporcionar uma semana cheia de música. Diz a sua biografia que nasceu em Lisboa no mesmo dia em que Bob Dylan celebrava mais um aniversário. Sem certezas de que este dado histórico tenha influenciado a sua vida, Luís Nunes é um dos nomes mais procurados e participativos no panorama musical actual. Ele é produtor, compositor, cantor, multi-instrumentista, letrista… ou seja, um verdadeiro homem dos sete ofícios. Já participou em diversos projectos, tais como Goodbye Toulouse e Jesus The Misunderstood, mas é através do alter-ego Walter Benjamin que assina os seus trabalhos discográficos, tendo em 2012 editado o surpreendente “The Imaginary Life Of Rosemary and Me”.

Perdido entre o grandioso Alentejo, onde tem o seu estúdio de produção, e o seu estilo musical característico influenciado pelo universo anglo-saxónico, Luís Nunes aceitou o nosso convite e, com a boa disposição que o caracteriza, brinda-nos com a sua selecção musical.

Sexta-feira​ | The Flaming Lips – «She Don’t Use Jelly»​

“São dias hipnóticos que acabam sempre por se prolongar sábado adentro. Dançar sem grande coordenação é o melhor desporto de sexta.”

Sábado​ | Paul Simon – «Kodachrome»

“Depois da ressaca, a noite de sábado é um pouco mais conservadora. Esta dá para dançar com as mãos nos bolsos. Ou não!”

Domingo​ | Elliott Smith – «Miss Misery»

“Não é que um músico faça grande distinção entre o fim-de-semana e o resto dos dias, a falta de rotina troca tudo. Normalmente até trabalhamos mais ao fim-de-semana. Mas os tempos de escola ditaram que o Domingo seria o mais cruel dos dias, o dia em que não queremos acordar e no qual não queremos adormecer. O dia que não temos a certeza sobreviver.”

Segunda​-feira | ​Miles Benjamin Anthony Robinson – «Buriedfed»

“Game on. Cais do Sodré. Cerveja a 50 cêntimos e as mesmas caras de sempre.”

Terça​-feira | ​Crosby, Stills, Nash & Young – «Our House»

“Ficar em casa. Sofá e o fim dos resumos desportivos na TV.”

Quarta​-feira | ​The Beach Boys – «Feel Flows»

“Sonhar com a utopia do fim​-​de​-​semana.”

Quinta​-feira | ​Cut Copy – «Feel The Love»

“Fazer batota e saltar a noção clássica de fim-de-semana. A isto se chama bater o preconceito.”

​E é ao ritmo das pistas de dança que a semana termina. Mas outra irá recomeçar e com outras escolhas musicais igualmente surpreendentes. Boa semana!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This