98 Octanas

Novo filme de Fernando Lopes estreia a 12 de Setembro. Temos convites para a AE

“Vamos para onde?
Longe.
E onde é que isso fica?
Perto”

Um dos realizadores com uma filmografia mais “rica” no panorama cinematográfico nacional, Fernando Lopes, está de regresso com “98 Octanas”, um road movie “à portuguesa” que conta com as interpretações de Rogério Samora e Carla Chambel nos principais papéis. O filme tem estreia agendada para dia 14 de Setembro. Temos convites duplos para oferecer para a antestreia do Porto.

Fernando Lopes é um dos realizadores mais representativos e conceituados do “novo cinema português”. Depois de ter estudado na “London School of Film Technics”, estreou-se como realizador com “Belarmino”, em 1964, um dos filmes mais marcantes do cinema nacional. Responsável por “clássicos” como “Crónica dos bons malandros” (adaptação do romance de Mário Zambujal, realizado em 1983) e “Delfim” (adaptação do romance homónimo de José Cardoso Pires e um dos maiores sucessos de bilheteira do cinema nacional, realizado em 2002), Fernando Lopes regressa este ano aos cinemas nacionais com “98 Octanas”.

Fiquem com a sinopse do filme:

“Ele e ela não se conhecem. Algures, numa área de serviço da auto-estrada Lisboa – Porto, ele pára para descansar. Ela também lá está e parece tão à deriva quanto ele: é um encontro fortuito que talvez não tenha nada de fortuito. Quase sem palavras, partem os dois no carro dele. Sucedem-se as áreas de serviço, os motéis, as conversas e os silêncios, as revelações e os mistérios. Ele e ela desenham o mapa de uma aventura interior cujo destino ambos desconhecem. Em todo o caso, ela espera que ele a conduza a um lugar primordial, quase mítico: a casa da avó. Na sua solidão, cada um deles pode, pura e simplesmente, perder-se… ou, talvez, encontrar o outro.”

O argumento de “98 Octanas” ficou a cargo de João Lopes e do próprio Fernando Lopes, tendo como ponto de partida os textos de Diogo Lopes. O filme contou com a produção de Paulo Branco e junta nos principais papéis a experiência de Rogério Samora e a juventude de Carla Chambel.

A música é da responsabilidade de Bernardo Sassetti, o mesmo que no ano passado compôs a extraordinária banda sonora de “Alice”.

Parece que estão reunidos todos os elementos para mais um excelente filme nacional, que conta com o nosso total apoio.

PASSATEMPO

Em parceria com a Atalanta Filmes, temos 10 convites duplos para a antestreia de “98 Octanas”, que vai ter lugar dia 13 de Setembro no cinema Cidade do Porto às 21h30. Para serem os primeiros assistir ao filme, de borla, apenas precisam de nos enviar um e-mail para rdb@ruadebaixo.com, indicando o vosso Nome, BI, Telefone e a resposta a esta pergunta:

Qual o nome do músico responsável pela banda sonora original de “98 Octanas”?

Os mais rápidos são notificados através de e-mail e têm os seus nomes na bilheteira do cinema.

Divirtam-se e apoiem o cinema nacional.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This