A Bienal de São Paulo @ Serralves – Fotografia de Diana Magalhães

A Bienal de São Paulo @ Serralves

Podem-se ver obras selecionadas da Bienal nas salas do Museu de Serralves, até 17 de Janeiro.

A Bienal de São Paulo surgiu em 1951 e nunca tinha saído do Brasil, até agora que, com o apoio do Ministério da Cultura Brasileiro, viajou até ao Porto, encontrando uma segunda casa em Serralves.

Organizada pela Fundação Bienal de São Paulo em colaboração com o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, esta exposição dá-nos acesso a uma seleção de obras assinadas por artistas brasileiros, que vão da pintura à escultura, passando pelo vídeo e a instalação. Obras essas que desafiam mentalidades e põe em perspetiva questões relevantes como a religião, a política, as coisas que não existem ou como poderia a sociedade ser diferente do que é hoje. Até o próprio título foi pensado para diversificar: “Como (…) coisas que não existem”, dá-nos a hipótese de ir alternando o verbo de acordo com as diferentes experiências da arte enquanto processo de expressão e interpretação.

Com a curadoria de Charles Esche, Galit Eilat e Oren Sagiv e o apoio de Ricardo Nicolau e Paula Fernandes, a exposição estará patente até 17 de Janeiro.

Fotografias (de Diana Magalhães)

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães

 

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães

 

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães

 

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães

 

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães

 

A Bienal de São Paulo @ Serralves - Fotografia de Diana Magalhães



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This