“A Cabeça” regressa a Sintra por dois fins-de-semana

Regressa a cena a 66ª produção da Companhia de Teatro de Sintra “E a Cabeça tem de Ficar?”, a partir de textos de Karl Valentin, nos fins-de-semana de 27 e 28 de Setembro e de 4 e 5 de Outubro, na Casa de Teatro de Sintra. As sessões de sábado são às 21h30 e as de domingo às 16h. Através de uma colagem articulada de pequenas peças de um dos fundadores do café – teatro, Karl Valentin, o espectáculo faz justiça ao nome do seu autor como pré-condutor do “absurdo”. Os assuntos são contornados em “desconversas” irreverentes e bizarras. Joga-se com as palavras, travam-se as línguas, foge-se à razão e ao senso comum. Os gestos espantam, confundem, intrigam. O cenário provoca e convida a imaginação do espectador. O humor é ácido e as ideias extravagantes, muitas vezes num non-sense que primeiro se estranha e depois se entranha. E o público ri do que não conhece, do que reconhece e onde acaba por se rever.

Se a dramaturgia do autor surgiu como um movimento de resistência à guerra e aos padrões impostos na sua época, a força da sua linguagem e a perspicácia com que, parecendo nada dizer, tudo denuncia, fazem todo o sentido nos dias de hoje, nas situações que evoca e nos desconcertos que incita. Porque, mais do que nunca, a cabeça tem de ficar, para pensar e resistir.

 Com encenação de João de Mello Alvim e interpretação de Alexandra Diogo e Nuno Machado, o espectáculo pode ser visto a 27 e 28 de Setembro e a 4 e 5 de Outubro, na Casa de Teatro de Sintra.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This