A Scanner Darkly

A adaptação da obra de Philip K. Dick pela mão de Richard Linklater. Será que estreia em Portugal?

“A Scanner Darkly” consiste no projecto mais recente de Richard Linklater, o conhecido realizador de “Antes do Amanhecer” e “Antes do Anoitecer”.

O filme desenrola-se numa Orange County suburbana, num futuro “não muito distante” e aparenta ser um thriller esquizofrénico sobre uma droga altamente aditiva, conhecida apenas por “D”. Keanu Reeves é Bob Arctor, um polícia infiltrado no mundo dos narcóticos, cuja missão é a de espiar os seus amigos. O personagem, quando confrontado com este mundo, entra rapidamente numa espiral de delírio e loucura tornando-se viciado nesta nova droga, cujo consumo regular vai ser responsável pelo funcionamento independente dos seus hemisférios cerebrais. Incapaz de distinguir o polícia do consumidor, acaba por desenvolver dois egos distintos. Por um lado, o Agente Fred e, por outro, o viciado Bob Arctor, em que a missão de um é a de vigiar o comportamento do outro.

Um dos aspectos mais interessantes deste filme é o modo como foi realizado, misturando imagens de representação real, sobrepostas por uma técnica de animação que dá pelo nome de rotoscoping, já utilizada pelo realizador em “Waking Life”.

O filme trata-se da adaptação da obra de Philip K. Dick, um dos escritores de ficção científica com mais obras adaptadas ao grande ecrã, relembrando filmes como o grandioso “Blade Runner”, juntamente com o “Total Recall”, “Minority Report” e “Paycheck”.

Para além de Keanu Reeves o elenco conta com a presença de Robert Downey Jr., Woody Harrelson, Winona Rider e Rory Cochrane.

Encontra-se neste momento uma petição online para que este filme tenha data de estreia em Portugal, uma vez que a distribuidora Columbia Tristar Warner está a pensar lançar o filme directamente para DVD.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This