air_header

Air | “Le Voyage dans la Lune”

À boleia do passado para (re)descobrir o futuro

Quando em 2001 lançaram “10 000 Hz Legend”, depois de uma pequena obra-prima que deu pelo nome de “Moon Safari”, houve quem tivesse dito de boca cheia que os Air se tinham vendido à indústria. Talvez “vendidos” não seja o palavrão mais certeiro, mas se dissermos que os franceses se aburguesaram musicalmente não estaremos longe da verdade. Não é que os discos seguintes tenham sido maus, mas a vontade de arriscar, de inovar ou de extravasar os limites da electrónica com sabor a baguete pop francesa parecia posta de lado.

Este ano, Nicolas Godin e Jean-Benoît Dunckel decidiram inventar um disco a partir de “Le Voyage dans la Lune”, o filme clássico que George Méliès realizou no ano de 1902. O resultado é um disco arrojado, melódico e exploratório, onde os Air parecem ter redescoberto o prazer da diversão e o bichinho pela experimentação.

Abundam os efeitos especiais e os momentos de tensão, tornando de alguma forma negra esta lua imaginada por Méliès no início do século 20. Para encontrarem o futuro, os Air viajaram ao passado – de Méliès e, por que não dizê-lo, deles próprios – e de lá trouxeram uma falsa banda sonora assombrosa. É bom tê-los de volta no trapézio. Sem rede.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This