rdb_alva-alva_header

Alva Design Studio

Estúdio multidisciplinar de design de Lisboa que se dedica de corpo e alma a fazer alguns dos mais interessantes projectos de Design Gráfico e Digital do nosso país.

Portugal não tem neste momento um estilo, uma estética identificável em Design. Deambulamos entre trabalhos assumidamente comerciais, em que o vender é a única preocupação, e pelo acompanhar das modas, das últimas tendências internacionais, mas quase sempre sem criar as nossas próprias linhas de criatividade.

Felizmente existem grandes designers e estúdios nacionais que são excepções e assiste-se também a um crescente número de criativos prontos a mudar e inovar o que se faz nos campos da comunicação e imagem portuguesas. Muitos optam mesmo por sair de Portugal, numa busca por saber mais, ver o que de melhor se faz lá fora e trabalhar perto de grandes nomes que admiram através de publicações ou pela Web. Outros, ficam por cá…

Exemplos disso são os Alva, um estúdio multidisciplinar de Design de Lisboa que se dedica de corpo e alma a fazer alguns dos mais interessantes projectos de Design Gráfico e Digital do nosso país. Até muito recentemente constituída apenas por dois designers, os seus elementos fundadores Diogo Potes e Ricardo Matos, juntaram agora um novo membro à sua equipa, Valdemar Lamego, que tem no seu currículo a direcção de arte das revistas trendy Parq e Dif, por exemplo.

Quem não conhece o Alva Design Studio pelo nome, conhecerá certamente pelo seu curriculo impecável para clientes como o Lux ou a Bica do Sapato, por exemplo, surpreendendo-nos mensalmente com projectos extremamente cuidados e atentos a pormenores; cada convite e cada programa merece a mesma dedicação e em todos encontramos detalhes diferentes, um novo tipo de letra exclusivo, formatos arrojados e originais, ilustrações de traço muito característico, altamente contrastadas e que recorrem frequentemente ao uso de cores vibrantes e inesperadas que se renovam de acordo com o ambiente e a temática que rodeia cada novo projecto.

São repetidamente requisitados para ilustrar capas de revistas que se identificam com o seu estilo forte e atraente, como a nacional DIF Magazine, por exemplo, e fizeram em Setembro a capa da edição francesa da publicação Étapes, revista de Design e Cultura Visual da editora Gustavo Gili, edição essa que deu destaque a detalhes do portfolio dos Alva com grande entusiasmo.

Mas se nos parecem extremamente sérios e perfeccionistas em relação ao seu trabalho, quem teve o prazer de assistir à apresentação dos Alva no festival OFFF 09 (International Festival for the Post-Digital Creation Culture) neste Maio passado em Oeiras, terá por certo uma opinião totalmente contrária sobre a sua personalidade. Enquanto todos os convidados neste evento procuravam mostrar os seus portfolios invejáveis ou as suas técnicas de trabalho e avanços tecnológicos irrepreensíveis, esta equipa de criativos, apesar de ter inclusivamente feito o design do próprio catálogo do evento, não foi pelo caminho mais fácil da auto-promoção, mas decidiu-se pela criação de um vídeo-documentário estilo National Geographic sobre a auto-intitulada raça de “Machos-Alva”, onde os protagonistas (os próprios designers) se movem pela “selva” portuguesa, por entre rios e árvores, enfiados nuns aparentemente desconfortáveis fatos de mergulho, proporcionando à audiência do dito festival momentos de pura diversão non-sense arrancando risos até aos mais cépticos.

Por esta razão não nos admiramos que, quando pedimos a sua colaboração para este artigo, nos tenham respondido com tanta simpatia e rapidez, apesar da grande quantidade de trabalho que admitem ter, e nos concederam 5 minutos do seu tempo e do seu bom humor para nos dar respostas que nos revelam, num registo muito próprio, o que lhes vai na alma…

Quem são os Alva?

Diogo Potes, Ricardo Matos e Valdemar Lamego.

Por que razão decidiram mudar recentemente o vosso atelier para a LX Factory?

Porque fica mais próximo do eléctrico para Algés.

Para conhecermos melhor o vosso ambiente de trabalho, como é o estúdio dos Alva?

É super super-modelo.

Quem ou o que é que vos inspira para cada novo trabalho?

As memórias de um fim de tarde à beira rio, céu azulinho e gaivotas a cantar.

De onde surgiu o gosto pela tipografia?

De uma viagem ao Brasil, em 1983. (só nós os 3)

Dos vossos projectos mais recentes, qual vos deu mais prazer em trabalhar? Porquê?

Um portal de porcas e parafusos para a Macedónia. E nem é preciso explicar o porquê…

Qual seria o vosso projecto ou cliente de sonho?

Criar uma religião.

Se não fossem designers, que profissão gostariam de ter?

Diogo: Professor de Danças de Salão (Merengue).

Ricardo: Coelho Albino Ninja (posso mandar um desenho disso…).

Valdemar: Artista porno-barato de nacionalidade esquisita.

Infelizmente não houve tempo para o envio do desenho do Coelho Albino Ninja, mas sempre nos podemos deliciar com os trabalhos destes rapazes que apanham diariamente o eléctrico em Algés e gostam de ouvir cantar gaivotas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This