rdb_animate_header

Anima-te!

O cinema de animação em destaque.

Partiu de uma ideia de alunos da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL), em 2008. Hoje, um ano passado, a Mostra de Cinema de Animação Anima-te! vai já na segunda edição e promete um futuro risonho.

As organizadoras do certame, Lais Pereira, Estrela Lourenço, Adriana Morais e Maria Figueiredo, alunas de Arte Multimédia, formam a Ideia Acelerada, a associação por trás do festival. Estas perceberam, no ano transacto, que, não obstante existir um grande interesse na área do cinema de animação – em especial após a reestruturação do curso segundo as directrizes de Bolonha -, o trabalho de divulgação desta arte era quase inexistente. “Há um preconceito que o cinema de animação é para crianças, por isso acaba por ser desprezado”, explica Lais. Com apoio da faculdade e do Centro de Investigação de Arte e Multimédia, as quatro alunas criaram um evento que reúne convidados, palestras, mostras de filmes e exposições e que pretende chamar a atenção para uma “produção muito diferente do cinema normal”, bem como promover o trabalho de artistas nacionais. O que é curioso, como constata Lais Pereira, dado que “nunca se fala de animação, mas há sempre prémios que são ganhos por autores portugueses”.

Este ano, o Anima-te! decorre entre até 20 de Novembro, no Auditório Lagoa Henriques, da FBAUL. As sessões, inteiramente gratuitas, têm lugar todas as terças e sextas-feiras, contando com convidados como Artur Correia, José Miguel Ribeiro ou Armando Coelho, realizadores e professores especialistas na temática.

O festival possui, ainda, a sua pequena mascote, a Animada, que procura novos amigos e colaboradores, para que o projecto Anima-te possa ganhar novos públicos e subir novos degraus. “Estamos contentes com a adesão que temos tido, até fomos surpreendidas com o sucesso da primeira edição, mas gostaríamos de poder ir mais longe”, conclui Lais Pereira. Para isso, basta decidirmo-nos a Animar!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This