rdb_ABoda_header

A(s) Boda(s)

A BODA de Anton Tchékhov | A BODA de Bertolt Brecht. Em cena no Negócio.

A companhia Primeiros Sintomas estreia o novo espectáculo, “A BODA”, a partir das peças homónimas de Anton Tchékhov e Bertolt Brecht de 16 a 27 de Novembro, no Espaço Negócio (ZDB) em Lisboa (Bairro Alto).

Na primeira boda, de Anton Tchékhov, assiste-se a uma família simples exposta a uma falsa cortesia ao tentar imitar os códigos de conduta da alta Burguesia, que se endividou para conseguir ter na mesa os gelados com rum, vinho Haut-Sauternes e lagosta.

Já na segunda, de Bertol Brecht, assiste-se à chegada de um general que teria sido contratado para o casamento, tentando manter-se uma certa aparência até ao fim. A refeição é constituída por bacalhau, pudim com natas, bolo, ponche e vinho, muito vinho. É nesta boda que se vai assistir ao desmantelar das aparências.

No fim a mobília parte-se toda. Tudo o que foi construído com Tchékhov foi destruido por Brecht.

A peça é composta por nove actores sentados à mesa que, embora sem orquestra, sem salão, comida, bebida, todo o ambiente está lá sugerido pelos actores e apenas uma mesa.

Uma co-produção da companhia Primeiros Sintomas e da galeria Zé dos Bois que conta com interpretações, entre outros, de Ana Brandão, Miguel Loureiro, Luz Câmara e António Mortágua.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This