Auditório F. Lopes Graça

Este mês este espaço almadense mostra que nem só em Lisboa se faz cultura.

Do outro lado do rio, o auditório Fernando Lopes Graça promete um primeiro mês de 2004 recheado em termos culturais. De facto, este espaço tem vindo a promover inúmeras actividades, mostrando o empenhamento que existe em dar a conhecer cada vez mais as vertentes culturais existentes actualmente. Devido a este esforço que cada vez mais se faz notar, nós aqui na RDB decidimos apoiar a iniciativa e deixar-vos toda a programação de Janeiro.

A nível do teatro a peça “Insónia” sobe aos palcos a 9, 10 e 11 de Janeiro. Este é um espectáculo de teatro-poesia concebido sobre as poesias de Fernando Pessoa, a partir de uma ideia original do actor argentino Esteban Pico. Fala-nos de duas personagens que não dormem e a forma como cada uma lida com isso.

Já na dança, este auditório traz-nos “Vi(m)vendo, um espectáculo da Associação GESTOS, uma viagem ao cerne de nós; do nosso espaço interior à sociedade que nos molda. Um confronto com os nossos medos mais profundos, os sonhos mais marcantes, as nossas lutas e vitórias…

Passando pela música, apresenta-nos Quiné, um projecto que explora a interpretação ao vivo apoiada por sequenciação e samplers, nascendo da multiplicidade de experiências musicais e extra-musicais do autor, reflectindo uma visão muito personalizada no universo das sonoridades rítmicas; Joel Xavier apresenta também o seu novo trabalho discográfico neste auditório. Joel é hoje considerado um dos melhores guitarristas mundiais, tocando guitarra desde os 15 anos.

Terminando no cinema, uma chamada de atenção para o filme “Estranhos de passagem” de Stephen Frears. Fala-nos de Okwe, um imigrante clandestino nigeriano, que durante o dia trabalha como motorista e à noite como recepcionista de hotel. Partilha um quarto com Senay, uma jovem turca à procura de asilo e que ganha a vida a limpar quartos. Este equilíbrio precário vai ser destruído por uma horrível descoberta; A destacar também o conhecido “Chocolate”, de Lasse Hallstrom. Este filme conta uma história passada numa pequena vila francesa, onde nada de especial se passava até que uma jovem mãe solteira chegou para abrir uma invulgar loja de chocolates. A partir daí, uma série de peripécias acontecem. Um filme delicioso…



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This