Artigos de: Miguel Matos

avatar

Author

Depois dos dias da rádio. do djing, da porta de um clube de música electrónica veio a imprensa cor-de-rosa e o jornalismo. Depois Londres e as produções de moda já a atirar para o conceptual. um hiato para aprender bodyboard. passagem pelo mundo da banca e agora - ta dah! - a Rua de Baixo.


Ostwald Helgason

Uma marca inovadora e com sólida linguagem própria, não está permanentemente em nenhuma semana de moda, mas merece uma incursão da parte da RDB. Descobre porquê.


Wrath Arcane

Uma linha de homem directamente de Cleveland, totalmente made in USA.


Coming Soon

Uma marca que surpreende pela estratégia de não apresentar desfiles mas antes vídeos eficazes que ficam na memória e fazem sonhar.



House of Dagmar

Um estilo que vai beber aos anos 20, ao Deco, a influências do passado, tudo traduzido em materiais de grande qualidade o que pode vir a colocar esta marca no patamar da mais desejadas designer labels. Se é que já não o é, claro.


Levi’s 501

As 501 nunca desapareceram, estão sempre lá ou aqui mesmo nas nossas pernas neste momento. O que faz deste modelo, desta marca em particular, o blueprint de todas as calças de ganga?


Julianand

A vida dele é a moda, seguiu um caminho que o levou ao topo da carreira académica nesta área, agora tem um site onde, como sempre, aposta no conceptualismo. A descobrir o WednesdayWebSite, depois de ler a entrevista, ou vice-versa.


Unconditional

Menswear que parece igual ao resto, mas no fundo é completamente diferente.


Stolen Girlfriends Club

Fomos até Auckland descobrir uma marca de moda absolutamente rock’n’roll. Três homens com background na indústria do surf e eles próprios surfistas surpreendem com peças e acessórios do outro (lado) do mundo.


Fred Perry

Fred Perry faz 100 anos e a RDB envolve-se na onda da celebração destacando o que há de novo e o que foi que trouxe a marca a este grau de popularidade.



Pin It on Pinterest