Blood Safari

Ex-Parkinsons de regresso a Portugal para apresentar novo projecto. Lisboa, Coimbra e Porto são as cidades escolhidas.

BLOOD SAFARI é Rock n´Roll escuro, deteriorado e fora de prazo, Rock´n´Roll estimulado por gritos de paixão e boa música, bom Rockabilly, Country, 60´s Garage e outras estranhas influências que atormentam os nossos pequenos cérebros.

Victor Torpedo in rastilhorecords.com

Durante muitos anos, os Parkinsons foram dignos representantes do rock nacional em terras de sua majestade, alcançando um sucesso que dificilmente seria atingido em terras lusas. Depois do seu “desmembramento”, o espirito criativo dos seus mentores, Victor Torpedo (ex-Tédio Boys) e Pedro Xau, não teve descanso, surgindo agora com um novo projecto, Blood Safari, acompanhados por Charlie Fink (ex- Penthouse) e Glenn Chapman, (ex-Police and Thieves e Black Time). A banda edita este mês um vinil, através da Rastilho e apresenta-se ao público nacional em três datas: 15 de Fevereiro (ZDB – Lisboa), 16 de Fevereiro (TBA – Coimbra) e 18 de Fevereiro (Porto Rio – Porto).

Pela amostra que pudemos ouvir no site do grupo a banda pratica um rock directo, irónico e electrizante, mantendo o “olhar” critico e acusador sobre o mundo que os rodeia. Fiéis ao espirito rock n’ roll, sem grandes artifícios, prometem continuar o legado deixado pelos Parkinsons. A presença de “Mr Charlie Fink” como vocalista da formação confere-lhes uma maior “elasticidade” e a possibilidade de explorar diferentes variantes, o que abre imenso o leque de sonoridades a poderem ser desenvolvidas num futuro próximo.

Com edição prevista para 13 de Fevereiro através da Rastilho, este primeiro vinil apresenta três temas: «Everything i Touch Turns To Shit», «Zombie Slave» e «Friend of Foe», que já podem ser ouvidos na Internet, tanto no site da banda como no da editora. A edição deste vinil será limitada a 500 cópias e já pode ser encomendada através da Rastilho.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This