chifre_header

Chifre

A editora Indie!

Junte uma madrugada da Primavera de 2010, pouco sono e muitas ideias. Provavelmente ainda não está a ver bem qual o fruto de tal combinação. Se juntarmos a vontade de espalhar as obras de portugueses a apaixonados por Portugal pelo universo, fica mais fácil? Sim, claro, é a Chifre.

A Chifre é a nova editora indie portuguesa, que se caracteriza como uma loja de arte independente que se prepara para ser lançada oficialmente já no próximo dia 22 de Julho. Este novo projecto quer apoiar e ajudar a arte em Portugal, passando pelos discos, livros, filmes e design made in Portugal (ou pelas mãos dos apaixonados pelas maravilhas deste jardim à beira mar plantado).

O nome, à primeira vista, pode até parecer um pouco estranho. Porquê Chifre? Que ligação tem tal nome à música? Após muito brainstorming (com direito a longas listas e dezenas de emails), eis que num gesto se dá a luz: a mão do rock. Chifre, um nome com força e, bem, do rock!

Mas se o nome tem origens no rock, a Chifre está longe de ser uma editora selectiva ou picuinhas e fixar-se num único estilo musical. O que é preciso então? A Chifre tem apenas um pequeno requisito: a música tem de ser boa. Os responsáveis da editora afirmam que “nem nos interessa, sinceramente, em que língua a nossa música é cantada, nem em que estilo musical se insere, se é muito boa e é feita por músicos bons, então tem lugar na Chifre”.

Com objectivos bem definidos, a Chifre é fruto do trabalho de quatro amigos e pauta-se pela transparência. Não lucrar mais do que o criador da obra de arte é um dos vectores do trabalho de Francisco Santos Silva, Marta Fonseca Moiteiro, Pedro da Rosa e Vanda Noronha, que querem reflectir na Chifre o seu sonho de “uma editora que se desdobrasse pelos seus artistas, que fosse sempre totalmente transparente, e que recompensasse justamente aqueles que criam a arte”.

Em entrevista à Rua de Baixo, estes quatro amigos revelam que “o mais positivo de todo este processo acaba por ser a oportunidade de trabalhar com e apoiar músicos extraordinários que nos entusiasmam completamente. Nesta viagem temos conhecido pessoas que acreditamos plenamente que virão a ser o futuro da música portuguesa e é um privilégio para nós podermos contribuir para isso”.

Das canções de harmonias mais introspectivas até ao rock, a Chifre conta com artistas como Diego Armés, David Pires, Capitão Fausto e A Armada, “pérolas pelas quais daremos tudo para fazer chegar ao maior número de ouvidos possíveis”. A nova editora indie portuguesa acredita no trabalho da nova geração de músicos portugueses e na sua capacidade de elevar a qualidade do panorama musical nacional. “Esperamos contribuir para isso também, e que a marca Chifre fique associada a música boa, gira e original”.

É no Musicbox em Lisboa, já no próximo dia 22 de Julho pelas 22 horas, que se dá a festa de lançamento deste novo projecto. Actuações dos artistas agenciados pela Chifre, a exibição do videoclip do single «Canção Sentimental» de Diego Armés e venda de merchandising farão parte do programa da festa. A fechar a noite está marcada uma batalha de DJ’s Chifre vs Radar: Francisco Santos Silva vs Pedro Moreira Dias e Pedro da Rosa vs Dr. Pedro Ramos.

Mas a festa não termina por aqui: “Estamos a preparar algumas surpresas – que, por serem surpresa, não podemos revelar -, mas garantimos que vai ser uma noite inesquecível”.

A Chifre segue a moda das redes sociais e pode ser encontrada no Facebook. Se gostou do projecto ou ficou curioso e quer saber mais, nada melhor do que pôr o já tão tradicional like na página oficial.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This