Cibelle

Uma das maiores surpresas da música brasileira do ano 2003, vai estar em Portugal num concerto a não perder no Santiago Alquimista.

Nos últimos anos foi evidente a evolução da música brasileira. A grandeza do país aliada à diversidade de influências, ritmos e sons, foi a principal impulsionadora da música popular brasileira um pouco por todo o mundo. Desde à uns anos para cá, que a imagem da música brasileira deixou de estar ligada exclusivamente ao samba e à bossa nova, sendo cada vez mais abrangente, com o surgimento de artistas como Marky, Bebel Gilberto, Otto e muitos outros que se tornaram verdadeiras referências nas suas áreas musicais de acção.

Cibelle Cavalli, tem 24 anos, é natural de São Paulo e um futuro brilhante à sua frente. Descoberta e lançada pelo falecido produtor Jugoslavo Suba no disco “São Paulo Confessions” em 2000, Cibelle fez participações especiais no disco de Otto e Xis antes de tentar a carreira solo. Desde a participação no disco de Suba que o contacto com a editora Ziriguiboom (da qual o brasileiro Béco Dranoff é um dos fundadores e a mesma que edita os Zuco 103) estava feito. Através desta etiqueta, Cibelle conseguiu com que o disco fosse produzido e mixado pelos produtores que trabalham com os Morcheeba, Chris Harrison e Pete Norris, tendo sido lançado no ano passado por toda a Europa e Estados Unidos e com a curiosidade de ainda não estar disponível no Brasil.

A não edição do álbum no Brasil, mostra indiscutivelmente a grande capacidade dos artistas brasileiros na internacionalização e visibilidade no estrangeiro. O álbum foi muito bem recebido por toda a critica um pouco por todo o mundo, tendo sido considerado por algumas publicações, um dos melhores do ano passado. O som criado, não pode ser rotulado de mero electrónico/bossanova, pois as influências são imensas, representando os sons caracteristicos de São Paulo e não só. Suaves elementos de bossanova, combinados com electrónica, downtempo e um perfume distante de jazz e blues, fazem deste álbum uma constante surpresa, onde os temas cantados em português vão-se intercalando com os interepretados em inglês. Para além da voz magnifica e suave de Cibelle, este registo conta com participações de peso como é o caso de João Parahyba do Trio Mocotó e de Johnny Alf, um veterano da bossanova.

Com o disco de estreia na bagagem, Cibelle irá estar entre nós no dia 23 de Abril, no Café Concerto Santiago Alquimista e incluída no cartaz do Galp Lounge Tour que também conta com nomes como Tindersticks e Micatone (ver artigos nesta edição da Rua de Baixo). A primeira parte estará a cargo de Mike Stellar.

Sem dúvida que será um momento a não perder numa sala pequena e intimista, que concerteza proporcionará um momento único.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This