Amor Impossivel

Cinema Português premiado nos Prémios Sophia

Prémio de Melhor FIlme entregue a "Amor Impossível"

,

“Amor Impossível”, de António Pedro Vasconcelos, ganhou o Prémio Sophia para melhor filme mas foi a sátira de João Leitão, “Capitão Falcão”, que somou o maior número de prémios na gala da passada sexta-feira, 13 de Maio, no Centro Cultural de Belém.

Relevante foi o facto de uma mulher, Margarida Cardoso, ganhar o prémio de melhor realizadora para o filme “Yvone Kane”. Esta obra conta a história de Rita que depois de uma tragédia que lhe roubou a vontade de viver, decide voltar ao país onde cresceu, África, e reencontrar Sara, a sua mãe. Enquanto Sara vive os últimos dias da sua vida procurando encontrar um sentido para o seu passado, Rita decide investigar o percurso de Yvone Kane, uma ex-guerrilheira e activista política cuja coragem e determinação marcou várias gerações e cuja morte nunca ficou esclarecida.

Feitas as contas, “Capitão Falcão” ganhou 6 Sophias incluindo Melhor Actor Secundário para José Pinto, Melhor Guarda Roupa, Direcção Artística, Caracterização, Melhor Música e Melhor Argumento Original (João Leitão e Núria Leon Bernardo). “Capitão Falcão” conta a história de um super-herói Português ao serviço do Estado Novo. Juntamente com o seu sidekick, Puto Perdiz, Falcão combate todas as ameaças à Nação, respondendo a um homem apenas, António de Oliveira Salazar.

“Montanha”, de João Salaviza, ganhou apenas o prémio de Melhor Montagem, enquanto Acácio de Almeida ganhou o Sophia para Melhor Fotografia com “Se eu fosse ladrão roubava”. O prémio de Melhor Actriz Principal ficou com Vitória Guerra e o de melhor Actor Principal para José Mata, ambos de “Amor Impossível”.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This