Clandestine Industries

Quem melhor para criar e comercializar roupa inspirada no punk-rock que aqueles que criam este género musical?

Tal como a outra marca que é este mês dada a conhecer na RdB – Adeline Street – a Clandestine Industries nasceu dentro do mundo do punk-rock para comercializar roupa e acessórios idealizados por um artista musical. Desta feita, por Pete Wentz, dos Fall Out Boy. A ideia não é inédita. Certamente muitas vão surgir num futuro próximo.

A marca começou por dar a conhecer os seus produtos exclusivamente na Internet, sendo que apenas recentemente foi posta à venda “em lojas de amigos”. Ultimamente, tem vindo a ganhar algum sucesso, muito por causa daqueles que a “apadrinharam”. Nomes como Gabe Saporta, Mikey Way, De’mar Hamilton ou Paris Hilton não são estranhos ao nome Clandestine Industries.

A aposta maior é feita ao nível da roupa. Urbana e prática. Com muitas referências ao punk-rock, claro está. Cores que chamam a atenção, frases como “I Love Revenge” e corações partidos adornam a colecção. Além das t-shirts e casacos, a Clandestine Industries tem também uma colecção de acessórios e, mais recentemente, DVD’s e livros, como o recente “The Boy With The Thorn In His Side”, escrito pelo próprio Pete Wentz. 

Em Setembro, deram-se a conhecer nas passerelles, no âmbito da fashion spring week em Nova Iorque. Na altura, Wentz afirmou que as suas roupas não foram desenhadas para serem desfiladas em passerelles. “Mesmo que você pese 150 quilos ou meça 3 metros de altura, pode usar essas roupas. Ninguém é perfeito e todos podem aceitar suas falhas”, disse. Os complexos, portanto, não são para aqui chamados.

Podem conhecer um pouco mais da marca no site oficial e aproveitar para encomendar umas peças. Lembrem-se que um dólar equivale a cerca de 70 cêntimos.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This