materia_header

Clube MATÈRIA

Um novo conceito nasceu nas pistas lisboetas

A partir desta sexta-feira, dia 6 de Janeiro, surge um novo “clube” em Lisboa. O Clube MATÈRIA instala-se no W, em Alcântara, e promete “assegurar uma programação forte com nomes que tardam em tocar em Portugal, assim como com artistas portugueses de qualidade indiscutível.”

Quem nos diz é Filipe Moreira, um dos mentores do conceito, juntamente com Sérgio Moreira e Alexander Wilkens. E porque se juntaram os três? “O meu background vem da comunicação e dos eventos, tenho a experiência como mais-valia. O Sérgio tem um currículo sólido na área do audiovisual e o Alex, é um ex-geek da informática que há muito se apaixonou pela Lisboa que existe fora dos computadores. Temos uma linha comum que nos une no que às nossas orientações musicais diz respeito e uma vontade enorme de pôr Lisboa ainda mais no roteiro de DJs e produtores.”

Para descobrir um pouco mais do Clube MATÈRIA, colocámos umas questões ao Filipe.

Afinal, o que é o Clube MATÉRIA?

Um club, um espaço onde se vai… ouvir música. Um espaço que quer receber as famílias da electrónica para mostrar o que se faz em Lisboa e Portugal. Move-nos a música, o estado da arte. Há muito talento para mostrar em Portugal!

E porquê o nome?

É o tema central do nosso imaginário. É o que somos, todos nós; matéria. Mas também sabemos que por vezes somos energia. É nisso que nos transformamos, na pista de dança, em energia.

Como surge o clube matéria e o que pretende fazer?

A fórmula é simples. O Clube MATÈRIA só abre às sextas-feiras. Nas primeiras sextas-feiras de cada mês, o clube terá eventos próprios com os seus DJ’s convidados. Queremos assegurar uma programação forte com nomes que tardam em tocar em Portugal, assim como com artistas portugueses de qualidade indiscutível. Nas restantes sextas do mês, o clube dará espaço a agentes externos (labels, promotores, produtoras) que queiram mostrar os seus artistas.

Em mês de inauguração, quem são as estrelas do Clube?

Para a abertura, escolhemos três dos nossos DJ’s nacionais favoritos. O Tiago Fragateiro, um dos mais proeminentes DJ’s portugueses, este nome era para nós obrigatório na nossa primeira noite. O nosso querido Kaesar, um produtor talentoso que tem por hábito soltar sets infernais. E, para fechar, um nome que já tínhamos saudades de ouvir, o Nelson Flip. Era o line-up que queríamos, estamos muito contentes. O trabalho destes três artistas está na génese deste clube!

O clube matéria é volante, ou é apenas a residência no W?

Não, não é volante. Escolhemos o espaço ocupado pela discoteca W pela sua localização e condições técnicas. Tem todas as condições para os artistas e para o público.

Ambições, planos para o futuro?

Queremos ser um nome sólido na dance scene lisboeta, conquistar um espaço entre os nossos pares. Achamos que viemos preencher uma lacuna na cidade. Os nossos objectivos passam por um trabalho continuado e sólido. Queremos dançar muito em 2012. Caso venha o fim do mundo, vamos recebê-lo de braços no ar!

Fica o convite. “Visitem-nos na próxima sexta-feira. Temos duas coisas para vos receber: uma pista bonita e boa música!”



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This