fazer-cozinha-restaurante-michelin

Como fazer da sua cozinha um restaurante “Michelin”?

Cozinhas de luxo na palma da mão.

Conhece o chef Massimo Bottura? Se não, fique a saber que o italiano tem um famosíssimo restaurante com três estrelas Michelin, a Osteria Francescana, em Modena, no País da Bota, para além de vários outros muito bem cotados. Durante o período da quarentena – do Grande Confinamento – Massimo foi fazendo todos os dias um live a partir da cozinha da sua casa, ao qual deu o revelador nome de “Kitchen Quarantine”. Com os seus restaurantes fechados durante este período, esta foi a forma que o signore Bottura encontrou para manter a ligação com as pessoas que o seguem nas redes sociais todos os dias, bem como para manter viva a sua paixão pela cozinha. Partilha, momentos em família, receitas e comida, muita comida – foi saboroso só de ver!

Isto para dizer que sim, é possível fazer da sua cozinha em casa um verdadeiro restaurante Michellin. E não, não precisa de se ser um chef consagrado, mas de idealizar modelos de cozinhas – cozinhas por medida – que sirvam e se adequam os seus propósitos. As cozinhas de luxo não são bichos de sete cabeças. É claro que é preciso bem mais do que um bom projeto. Depois do projeto concluído é preciso saber depois o que fazer na cozinha para chegarmos aquele je ne sais quoi que distingue quem cozinha todos os dias de alguém que o faz com um talento inusitado – um chef!

Cozinhas de luxo

O que é que nos vem à cabeça quando pensamos em cozinhas de luxo? Espaços desafogados e cheios de luz em modelos de cozinhas, ou cozinhas por medida, que combinem minimalismo funcional com aquele toque quente que deve sempre emanar deste espaço. Ao imaginarmos cozinhas por medida, ou modelos de cozinhas, imaginamos, assim, um mundo de possibilidades: harmonia, arrumação e acabamentos. Sim, as cozinhas de luxo começam na nossa imaginação. Depois, vem a fase da pesquisa. Quais são as tendências do momento? Como é que passamos da ideia à prática? Quem é que nos pode ajudar? Relativamente às tendências de cozinha, neste ano de 2020 destacam-se os tons escuros nos móveis, mas também a madeira. Gosta mais do estilo escandinavo ou mediterrânico? Conheça a Leiken, uma empresa líder no desenvolvimento, projeto e execução de cozinhas de design inovador, antes de decidir avançar com o seu projeto, para que este vá a bom porto. Brindemos às cozinhas de luxo, sim, mas com pés e cabeça.

Como fazer da sua cozinha um restaurante “Michellin?”

Como sabemos, o Guia Michelin é editado pela famosa empresa de pneus e foi inicialmente concebido como orientação para motoristas. A partir dos anos ’20 passou a contar com uma secção de restaurantes que granjeou a fama global para o guia. Para um chef, ter uma estrela Michellin passou a ser um marco de consagração máxima. Cozinhas por medida, ou modelos de cozinhas, não precisam de ter uma estrela Michellin para serem consideradas cozinhas de luxo. A sua cozinha de luxo deve, no entanto, obedecer a alguns princípios. Antes de mais, vamos ao espaço.

  1. Combine a sala com a cozinha, tornando-as num só espaço;
  2. Aproveite cada centímetro de espaço disponível, usando armários altos;
  3. Faça uso do conceito de arrumação suspensa. Não é só bonito para a fotografia;
  4. Faça da bancada de cozinha mesa de preparação e de refeição;
  5. Cozinhas de luxo podem ter mobiliário à medida. Uma opção mais dispendiosa, mas a ter em conta.

É claro que não basta ter cozinhas por medida, ou modelos de cozinhas, ou cozinhas de luxo se não as encher com aquilo que mais importa: muito amor. Falamos, claro, de comida e do ato de cozinhar, importante ato de partilha e tradição na nossa cultura mediterrânica. Deixemos 5 dicas para fazer da cozinha um restaurante “Michellin” au point.

  1. Escolha bem os ingredientes. Vá ao mercado, fale com os vendedores. Legumes, fruta, temperos, carne e peixe. Compre local!
  2. Cozinhas de luxo, cozinhas por medida ou modelos de cozinhas, honre o cenário e deixe tudo pronto para a hora de cozinhar. Deixe os utensílios e ingredientes a postos.
  3. Francês básico para apreciadores de culinária: Béchamel, velouté, espagnole, tomato e holandaise. São os cinco molhos franceses que toda a gente devia conhecer;
  4. Faça dos seus empratamentos uma obra de arte e ganhe pontos para a estrela Michellin lá de casa!
  5. Deglaçagem é uma das técnicas de cozinha essenciais. Nesta, usa-se um líquido – vinho ou caldo – para incorporar ao resto que ficou acumulado no fundo da panela. Suculento!


Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This