rdb_pass_TeatrovestidoZDB_thumb

Convites duplos – Teatro do Vestido @ Negócio

Em que ano arrancou o projecto “Teatro do Vestido”?

2 CONVITES DUPLOS (POR DIA) PARA O ESPECTÁCULO “[AGORA JÁ TINHAM PASSADO DEZ ANOS E] NEM SOMBRA DELES EM LADO ALGUM” DO TEATRO DO VESTIDO, DE 6 A 12 DE OUTUBRO NO NEGÓCIO – BAIRRO ALTO – 21:30H



SINOPSE

Em 2001 o Teatro do Vestido apresentou na Galeria Zé dos Bois Tua, a sua primeira criação. Em Outubro, retorna à ZDB, no NEGÓCIO, celebrando e confrontando uma década. Este aniversário é ocasião para, com ele, também o público e a ZDB reflectir, conjecturar e festejar.

‘isto não é um objecto nostálgico
isto não é uma reconstituição
isto não é um trabalho de arquivo
isto não é uma reinvenção
isto se calhar não é o que parece
isto se calhar afinal é todas as coisas que diz não ser
é uma espécie de celebração, mas mais do presente do que do passado. É que de facto passaram dez anos e nós, perplexos, decidimos começar a falar sobre isso.

Como é que se comemora e reflecte acerca de 10 anos de trabalho de uma companhia? Com esta premissa, o Teatro do Vestido lança-se aos seus arquivos, dossiers, textos não editados, e as memórias de cada um, não exactamente para recontar ou reconstituir uma história, ou para chapinhar na nostalgia, mas para construir um novo objecto performativo e assim o passado deixar de ser uma coisa obsoleta para passar a ser algo com que se constrói o futuro.

Ao escrever sobre a sua performance A Decade of Forced Entertainment, a companhia Forced Entertainment dizia: “part autobiographical, part archive, part historical meditation and part theoretical speculation”.

Sem querermos copiá-los, ainda assim dizemos: o mesmo.

Desde o início da companhia que queríamos comemorar os dez anos dela. E este ano vamos finalmente conseguir.

Este é um objecto performativo circunstancial, efémero e único, que reflecte o nosso percurso de 10 anos enquanto companhia de pesquisa e criação.


– pensei: onde é que estiveste este tempo todo?
– também já pensei isso uma vez
– depois pensei que nunca mais ia acabar
– também pensei que nunca mais ia acabar
– pensei que já passou um ano e parece impossível que tenha aparecido isto
– pensei se tinha alguma coisa para dizer
– penso sempre isso
– pensei: porque é que eles continuam a não ter confiança no que têm para dizer?

(fragmento de uma cena desta peça)’

FICHA TÉCNICA

Coordenação: Gonçalo Alegria, Joana Craveiro, Pedro Caeiro, Rosinda Costa, Simon Frankel, Tânia Guerreiro
Produção: Joana Vilela
Assistência: Raquel Leão
uma co-produção: Teatro do Vestido/ZDB

Negócio
Rua de o Século nº9 porta 5, Lisboa
De quinta dia 6 a quarta dia 12 de Outubro, todos os dias às 21.30
A Bilheteira do NEGÓCIO abre 30m antes do início das apresentações.

Entrada: 7,5 € Estudantes em grupo 5€
reservas@zedosbois.org | tel: 213430502

NOTA: Enviem o vosso nome, nº BI e resposta. Os vencedores serão notificados pela RDB.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This