+Cumpli(cidades)

O Lux em Lisboa vai receber, dia 24 de Fevereiro, mais uma noite de luxo com a presença de Swayzak, Munk e The Hacker.

Em mais um evento do ciclo cumpli(cidades), a discoteca Lux em Lisboa vai receber um conjunto de artistas que espelham a diversidade e qualidade do espectro electrónico europeu. Dia 24 de Fevereiro a cidade de Lisboa vai receber os ingleses Swayzak, a dupla italo-alemã Munk e o francês The Hacker.

FROM ENGLAND

Depois de terem trabalhado juntos na Virgin Records, James Taylor e David Brown decidiram iniciar uma carreira no mundo da música através de um projecto baptizado de Swayzak.

O primeiro álbum de originais, “Bueno/Fukumachi” de 1997, foi bastante bem recebido na cena underground londrina e captou o interesse de editoras na Grã-Bretanha e Estados Unidos da América.

Até ao último registo de originais lançado durante o ano passado, “Loops from The Bergerie”, o som da dupla britânica caracterizava-se principalmente por um minimalismo/experimentalismo dub-techno. Com este novo álbum, a sua sonoridade ganhou mais humanismo e os temas ganharam instrumentos não dependendo apenas do laptop.

Vai ser bastante interessante assistir à actuação da dupla inglesa em Lisboa onde irão concerteza aliar esta forma mais madura de estar na música com alguns dos êxitos que os tornaram famosos.

FROM GERMANY & ITALY

Munk é o nome do projecto da responsabilidade do italiano Mathias Modica e do alemão Jonas Imbery, os homens por detrás de Gomma, uma das mais importantes “etiquetas” europeias, que recentemente editou o último álbum de Mocky.

Nos “tempos livres”, estes dois empresários de sucesso ainda arranjam tempo para publicar uma revista, “AMORE”, desenhar algumas t-shirts e criar um projecto musical que no último ano lançou o primeiro longa duração de originais, “Aperitivo”, que foi recebido pela crítica com uma enorme receptividade.

É este registo que a dupla vem apresentar a Portugal onde combinam as técnicas de sample com os instrumentos acústicos criando uma sonoridade híbrida numa mistura de géneros que vão desde ao rock ao house passando pelo electroclash.

FROM FRANCE

Bem conhecido do público português, especialmente devido à sua colaboração com Miss Kitten, o francês Michel Amato aka The Hacker vem a Portugal apresentar o seu mais recente trabalho “Rêves Mécaniques”.

Reconhecido como um dos mais importantes produtores de música electrónica em França, The Hacker foi, a par de DJ Hell e Miss Kitten, um dos grandes responsáveis pelo hype do electroclash no princípio deste novo milénio.

Influenciado pelo electro dos Kraftwerk e New Wave dos The Cure e Depeche Mode, Michel Amato iniciou-se a produzir música de dança no fim dos anos oitenta, mas a sua vertente electro surgiu em 1993 depois de ouvir os Cabaret Voltaire e os D.A.F. Este foi o ponto de viragem para o produtor francês que é agora dono de uma editora –Goodlife – e continua a colaborar com alguns dos nomes mais importante da cena electro mundial.

Uma noite a não perder, bem ao estilo do clube lisboeta que tem-nos presenteado grandes noites de música electrónica.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This