rdb_damirdoma_header

Damir Doma

O silêncio da militância no deserto

“Quando começo uma colecção, perco-me num mundo imaginário – um local abstracto, a tangente em que perco o sentido do porquê, quando e onde. Não há passado nem futuro; é algo verdadeiramente atemporal. Nesta instalação apresento a minha visão interior, um convite ao meu mundo. O espaço transformou-se num deserto branco – um espaço espiritual e silencioso. Uma paisagem árida funde-se com a pureza do branco encandeante. Os viajantes perdem-se nas areias, quando se tornam o sal da terra.”

Estas são as palavras de Damir Doma, estilista croata, ao descrever o processo criativo da sua linha casual SILENT, em que funde a alma do viajante num espaço e num tempo desvirtuado de contexto, num momento de fruição das formas puras e soltas oferecidas por um manancial de texturas sobrepostas em fluídas camadas de tecidos crus. As peças são talhadas como que uniformes de artes marciais de estruturas soltas, portadoras de uma leveza livre de ornamentos, em peças assimétricas e formas indefinidas, concebidas tendo em mente a estética masculina, mas que facilmente se adaptam ao modelo feminino pelo seu carácter andrógino.

São de referência na sua colecção os drapeados, as peças fluídas sobrepostas em camadas, em desenhos que põem em causa as possibilidades técnicas, em jogos de costuras torcidas e novos ângulos, pontuadas por um cariz étnico nos tecidos crepe e malhas de fibras naturais. A paleta de cores flui caracteristicamente ao sabor da luminosidade entre a luz dos cinzas e crus e a penumbra do negro, sobressaindo um toque de cor de acordo com a estação, indo do verde seco ao roxo beringela, aos tons laranja tijolo.

Nasceu na Croácia, mas foi na Alemanha que desenvolveu o seu gosto pelo estilismo, enquanto frequentava o atelier de roupa de sua mãe, e se formou na escola de moda de Berlim e Munique em 2004. Influências igualmente impactantes no seu percurso foram as conferidas pelos designers com quem trabalhou nos ateliers da capital da moda Belga, Antuérpia, nomeadamente Raf Simon, actual director artístico da casa Dior.

A convite do grupo Paper Rain, uma incubadora que realiza a gestão de marcas de roupa e acessórios de luxo, Damir Doma muda-se em 2007 para a capital da moda francesa, Paris, a fim de dar o nome à marca homónima. Estreia-se na passarela com a colecção masculina Primavera-Verão de 2008 e, três anos mais tarde, surge a sua colecção feminina Outono-Inverno 2010, a par da sua nova linha casual feminina e masculina SILENT. Em colaboração com a companhia de perfumes nova-iorquina Six Scents Perfumes lança em 2009 a sua primeira fragrância, cujos lucros revertiam para o projecto de responsabilidade ambiental Pro-Natura.

As suas peças podem ser encontradas mundialmente nas principais ruas de referência da moda de luxo avant-garde, merecendo não somente o apreço internacional de celebridades como Lenny Kravitz, Bruce Springsteen, Jared Leto e Robert Pattinson, figurando igualmente em prestigiantes editoriais de moda, nomeadamente da Vogue Paris, Vogue Alemã, Purple Magazine e na secção de estilo do New York Times.

Considerado o estilista alemão mais influente da sua geração, pela revista de alta-costura berlinense Achtung-Mode, Damir foi finalista do Swiss Textile Award em 2010, participou do Petit Salon des Jeunes Createurs a convite da Vogue Paris em 2011, tomando ainda lugar no mesmo ano na Arnhem Mode Biennale.

Damir Doma convida-nos a explorar a sua colecção num retiro silencioso, pois acredita que “é em silêncio que conseguimos libertar a nossa mente e focarmo-nos nos detalhes, que de outra forma seriam negligenciados. Confrontados com um mundo que se torna mais ruidoso de dia para dia, podemos fechar os nossos olhos e escutar a música por detrás do bramido da cidade – o contínuo jogo entre som e silêncio. É quando estamos em silêncio que conseguimos admirar verdadeiramente e abraçar a essência de algo. Somos deixados num estado de pureza e tranquilidade, abertos à compreensão do envolvente.”



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This