dAnCE DAMage

Rock muito dançável com pronúncia do Norte.

Formados em Novembro de 2003, os dAnCE DAMage são originários de Santo Tirso e donos de uma sonoridade muito em voga actualmente. Fortemente enraizados no rock’n’roll, a sua música é extremamente dançável, mas audível fora das pistas e, extremamente, esquizofrénica. Nas palavras da banda, a sua música é “inspirada pelas margens da pop, sempre que ela parecia moribunda, dos Can aos Liquid Liquid, Boredoms, Sonic Youth, PiL, Einsturzende Neubauten, The Fall, Daft Punk, Cabaret Voltaire, Neu, Captain Beefheart, Pere Ubu, A Certain Ratio e mais”.

“Don’t Pray in Public” é a primeira maqueta desta banda e foi gravada em Fevereiro de 2004, exactamente um ano passado desde a sua formação, conhecida até há bem pouco tempo como Atheists.

“Pilgrimage” é o nome do cd-single agora lançada pelos dAnCE DAMage e transpira todas as influências da banda. Com apenas três faixas, “Dream a little bore now”, “Umbrella clean e “Shrine”, este single faz logo saltar à cabeça nomes como The Rapture ou X-Wife, sendo que a faixa inaugural é de longe a que mais apela a que se comece a dançar inadvertidamente e a que se visualize mentalmente todas as bandas que a sua sonoridade nos relembra. As letras lançadas ao acaso resultam perfeitamente com as fortes incursões da guitarra e toda a componente electrónica da banda. “Umbrella clean” consegue levar Pedro Magina à completa insanidade na sua necessidade de gritar desalmadamente. Já “Shrine” é o culminar de toda esta demência presente na banda e um final que nos deixa curiosos de os ver ao vivo.

Com a maturidade necessária ao seu desenvolvimento, esta banda nortenha poderá tornar-se um caso de sucesso dentro do seu estilo. Não há em Portugal muitas bandas a aventurarem-se no género, ao contrário do que se passa lá fora, o que é mais um ponto a seu favor. Provavelmente voltaremos a ser invadidos num futuro próximo por toda a energia e loucura dos dAnCE DAMage.

Os dAnCE DAMage são Pedro Magina (voz, percussão, teclas), André Ferreira (guitarra, percussão, teclas) Filipe Martins (bateria) e, desde Novembro de 2003, Tiago Ferreira (guitarra e caixa de ritmos), todos do Porto ou Santo Tirso.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This