header-9626

David Fonseca lança “Futuro Eu”

Um álbum que se apresenta totalmente cantado em Português

David Fonseca fará chegar as lojas o seu novo álbum intitulado “Futuro Eu” no dia 16 de Outubro.

Ao longo do mês de Setembro tem avançado com alguns singles e lados B, e é de salientar a mudança de paradigma do autor em vários campos. Na comunicação aos media, David escreve na primeira pessoa e assume que este é um registo cheio de personalidade; uma personalidade que é tão sua e tão própria, como a revolta, inquietude, vontade de viver e amor.

“Futuro Eu” é um álbum que se apresenta totalmente cantado em Português, composto por onze faixas das quais três já foram avançadas e podemos falar um pouco.

Por um lado, temos a voz inconfundível do cantautor que, seja em que língua for, tem um timbre já reconhecido pelo público (quer se goste ou não). Por outro, todos os avanços até agora apresentados (e aqui incluímos os lados B também) têm características diferentes. Ora são mais dançáveis, como é o caso do «Chama que eu vou» ou de «Futuro Eu», ora são mais calmos e até melancólicos como o «É-me igual» ou a faixa «Sem Aviso».

No entanto, dos seis avanços apresentados apenas três compõem o alinhamento do novo álbum. Estes correspondem ao grupo das faixas mais energéticas, sempre com excelentes mensagens, mais ou menos subliminares. Os lados B são os mais calmos, excepção feita para a faixa «Senso» que integra o grupo das faixas mais ritmadas e revoltadas.

Curiosamente, são os lados B que parecem mais interessantes, menos comerciais e mais crus, apesar de apresentarem elementos electrónicos não perdem um lado acústico difícil de expressar.

Ouvindo todos os avanços até agora apresentados, e apesar de cada faixa ter características próprias, parece claro o recurso a sintetizadores e demais efeitos e distorções que passam também pela voz. Fica a vontade de perceber qual a linha que cose este álbum, no sentido de compreender como estas 11 faixas se relacionam, ligam e interagem. Os avanços parecem desconectados e soltos, mas sabendo que David Fonseca é uma pessoa atenta a pormenores, será certamente um receio infundado quando se ouvir o álbum completo.

David Fonseca dá concerto em Lisboa, no CCB no dia 30 de Outubro e no dia seguinte (31 de Outubro) na Casa da Música, no Porto. E no press-release, que o próprio autor escreveu, pede-se para que se desliguem os telemóveis e se viva o momento sem ele (o telemóvel), com ele (o autor/artista), e sem filtros. Um conselho para este e outros concertos, deste e de outros artistas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This