De Puta Madre 69

Da prisão para as passerelles. Conheçam a irreverente marca italiana.

“Não cometam acções ilegais, Não utilizem drogas para se sentirem diferentes, não imitem os nossos slogans. Vistam as nossas t-shirts e vão sentir-se muito bem, mesmo sem consumirem substâncias artificias que no final vos vão destruir”.

Ilan Fernandez, fundador da “De Puta Madre 69”

Já escrevemos sobre um número bastante significativo de marcas, mas sem dúvida que aquela que propomos neste texto é uma das mais peculiares. Ao contrário de muitas outras, originárias dos maiores centros urbanos mundiais, a “De Puta Madre 69” nasceu num local à partida impensável: uma prisão espanhola. O seu fundador? Ilan Fernandez, traficante columbiano de armas e droga. Interessante?

Depois de ter sido preso em Barcelona durante o ano de 1999, Fernandez iniciou com o seu colega de cela um negócio que hoje factura 15 milhões de euros anuais só na Europa. Tendo como base frases, expressões e imagens que podem parecer um pouco chocantes para um comum mortal – fotos de Pablo Escobar (1949-1993), o ex-chefe do Cartel de Medellín, um dos maiores produtores de cocaína do mundo, frases como “Cocaína de Pablo Escobar”, “Traficante” e “Puro Pó Branco” – as t-shirts circularam numa primeira fase no interior da prisão, sendo depois “desviadas” para o exterior, começando desde logo a causar furor.

Quando Fernandez sai finalmente da prisão, começa a vender o seu trabalho de porta em porta. Conhece dois investidores italianos e transforma a brincadeira em negócio. As peças viram febre em toda a Europa e a diversão traduz-se hoje numa máquina de fazer dinheiro. Parece que estamos perante um argumento de um filme do Almodóvar, mas esta é história real da marca italiana “De Puta Madre 69”.

Ao contrário do que parece sugerir, a designação “De Puta Madre” não é perjurativa. Em Espanha, “Puta Madre” é um termo exclamativo popular utilizado para caracterizar algo de “bom” e positivo. A expressão rapidamente conquistou os jovens europeus e criou bastante polémica tendo levado ao protesto do embaixador Colombiano em Roma. As controversas t-shirts começaram a captar a atenção de distribuidores de todo o mundo e a marca iniciou a sua comercialização em países como o Brasil e Estados Unidos, adaptando os seus modelos à realidade de cada nação.

Hoje em dia, a marca italiana é uma das mais apetecíveis no mundo da moda devido à sua irreverência e estilo muito próprio.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This