Equalizador_LX_06

Relatório de contas da primeira edição do concurso.

Durante três semanas, o Santiago Alquimista em Lisboa recebeu a 1ª edição do Equalizador_LX, um concurso de “música moderna” portuguesa, produzido pela Sound Snack e que contou com o apoio da rua de baixo. Pelo palco do espaço lisboeta passaram 16 novos projectos da música nacional, nos mais variados géneros e que demostraram existir muita vontade criativa na música portuguesa. Depois de 4 eliminatórias e uma final, a banda vencedora da grande final foi…

Antes do nome do projecto vencedor, é importante fazer um resumo de tudo aquilo que se passou na noite da grande final.

Perante um Santiago Alquimista bem composto (com muitos apoiantes dos projectos a concurso) pudemos assistir a uma final bastante renhida, tal como quase todas as eliminatórias.

A noite abriu com o projecto individual Tape Loading Error (quem não se lembra do belo do Spectrum). Munido apenas de uma guitarra eléctrica e de vários samplers, assistiu-se a uma actuação muito interessante. Utilizando uma máscara negra e uma tela onde foram exibidas diversas imagens (Load “”  diz-vos alguma coisa?), Tape Loading Error abriu da melhor forma a final do Equalizador, com um electro-rock cativante, misturando os riffs de guitarra com os diversos samples “pré-formatados”. Ao que parece vamos poder vê-lo num futuro próximo a abrir alguns concertos dos Le Divan. Vale a pena ficar atento.

A segunda banda da noite não é propriamente uma “novidade” para todos aqueles que estão “por dentro” da nova música portuguesa. Os New Connection já se deram a conhecer por várias vezes ao público alfacinha (principalmente), em concertos espalhados por algumas salas da capital. Com o passar do tempo, a banda parece ter ganho alguma maturidade e presença em palco, mas o seu electro-glam-rock ainda não tem a consistência que o projecto merece, perdendo-se muitas vezes em devaneios exagerados por parte da vocalista que, embora consiga dar “um toque” de extravagância à actuação da banda, sobressai em demasia de todos os outros elementos. Vamos esperar pelo disco de originais.

Depois de um início de noite repleto de riffs de guitarras, os Voices in Your Head , a terceira proposta da noite, não necessitou de nenhum para captar a atenção do público. Praticantes de um rock/pop melódico e mais atmosférico, a banda de Lisboa não esteve exuberante mas também não comprometeu.

Depois da sua actuação ficou a sensação que a banda pode fazer muito mais se arriscar um pouco, tanto nos arranjos como na voz. Durante o decorrer deste ano está previsto o lançamento de um novo álbum de originais através da editora independente norte-americana Basement Front Records, que contará com distribuição mundial.

Depois de terem enchido de fãs a plateia do Alquimista durante a eliminatória em que foram vencedores, os Manifestos voltaram a fazer a festa na grande final. Comnexo, Inverso e Marrokan são os MC’s de serviço e misturam o hip-hop com o reggae, de uma forma limpa, pura, mostrando uma forte coesão em palco. Com uma base de apoiantes tão forte e com um profissionalismo e promoção assinaláveis (eram muitas as t-shirts do agrupamento presentes no Alquimista), o futuro poderá ser bastante risonho para este projecto, se conseguir embarcar no hype criado em torno do género que propõem.

Como em qualquer concurso, depois das contas feitas, tem que se encontrar sempre um vencedor. A vitória acabou por “sorrir” aos Voices in Your Head, sendo que em segundo lugar ficaram os New Connection.

Embora seja sempre bom ganhar, o mais importante neste concurso foi mostrar que existe muita nova música portuguesa e que alguns projectos podem conseguir um “lugar ao sol” num mercado muito complicado e dificil de “penetrar”. A rua de baixo promete continuar a acompanhar estes novos projectos e a oferecer-lhes um espaço de divulgação.

Quanto ao Equalizador… até 2007 !!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This