rdb_exdvista_header

EXD dá “Ordem de Compra”

Qual a importância, o impacto, que o Design nacional pode ter no contexto da presente crise económica e financeira? As peças pensadas e desenhadas pela indústria portuguesa podem fazer a diferença na projecção internacional da nossa economia?

Estas são as questões essenciais da exposição “Ordem de Compra”, a mais recente produção da experimentadesign no Palácio Quintela, em Lisboa. A escolha deste tempo não é inocente nem alheia ao panorama actual.

Grande parte do melhor design do mundo é feito em Portugal, esta exposição afirma-o, sem medo, e prova-o com duas centenas de exemplos, vindos de 76 empresas nacionais.

“Para além do carimbo «Thought and Made in Portugal», os critérios orientadores da selecção foram a disponibilidade efectiva no mercado nacional ou internacional, a sua recente concepção e comercialização e o seu desempenho comercial”, refere Guta Moura Guedes, presidente da EXD.

Nos dois andares da Rua do alecrim, coexistem, lado a lado, peças de empresas com longa história e tradição, como a loiça Vista Alegre Atlantis, e produtos mais recentes, caso do Sensor HDG, um esquentador triplamente ecológico, ou os painéis solares térmicos WarmSun FKC, que recorrem a energia solar térmica para aquecimento de águas permitindo poupar, em média, 75% da energia necessária para consumo, ambos da Vulcano.

De norte a sul do País, de forma particularmente transversal, são apresentadas peças com uma disposição em sala, também ela, de inspiração industrial. Andaimes, estruturas de apoio e elevação dos objectos remetem-nos de imediato para a temática e o peso que se pretende com esta exposição.

A familiaridade é outro dos conceitos que norteia a curadoria. Muitos dos objectos que vemos ali, já vimos. Em nossa casa, na nossa sala ou no frigorífico, registando uma “proximidade pouco habitual” neste tipo de mostra.

Do vidro à cerâmica, passando pelo calçado ou cortiça, os materiais, as formas e as fórmulas são variadas. Aqui o importante é valorizar o design enquanto ferramenta de actualização e, mais importante, de diferenciação, no mercado internacional.

Não é de hoje a preocupação da EXD em demonstrar que a criatividade pode ser a chave para o sucesso do nosso País quando nos queremos competitivos.

De realçar a forte componente educativa deste projecto que, durante o seu tempo de exibição, prevê a realização de workshops e visitas guiadas para escolas.

“Ordem de Compra: O Design e a Indústria Portugueses na Economia Actual – Exemplos de Sucesso”, até 3 de Julho, no Palácio Quintela, em Lisboa, de Terça a Domingo, entre as 10h e as 20h.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This