Exibição da curta «Vila do Conde espraiada» em Vila do Conde

Exibição da curta «Vila do Conde espraiada» em Vila do Conde

Miguel Clara Vasconcelos exibe o seu último filme «Vila do Conde Espraiada» em Vila do Conde no âmbito do festival de curtas metragens O Dia Mais Curto. Este mês o realizador ainda fará uma visita guiada à sua primeira exposição individual «Onde o Coração se Esconde» nesta mesma cidade.

Miguel Clara Vasconcelos encerra o ano de 2015 com dois eventos organizados na cidade que o viu crescer, Vila do Conde. Neste sábado, dia 19, conduz uma visita guiada à sua primeira exposição individual «Onde o Coração se Esconde», no Centro de Memória de Vila do Conde, onde falará com o público sobre o objeto, o processo de trabalho e as referências que o inspiraram (ver detalhes em baixo). «Onde o Coração se Esconde» é uma vídeo-instalação que resulta da residência artística que o autor fez na Solar – Galeria de Arte Cinemática desta cidade e que teve como ponto de partida a sua última curta metragem.

A vídeo-instalação foi inaugurada a 14 de Novembro e fica patente até 10 de Janeiro de 2016.

«Vila do Conde Espraiada», a última curta metragem de Vasconcelos, estreou em Julho no 23º Curtas Festival Internacional de Cinema de Vila do Conde. Depois de passar por vários festivais como Doclisboa, Caminhos em Coimbra e Festival Luso-Brasileiro em Santa Maria da Feira, será de novo exibida a 20 de Dezembro em Vila do Conde no âmbito da 3ª edição do festival de curtas metragens O Dia Mais Curto (ver detalhes em baixo).

O Dia Mais Curto acontece a 20 e 21 Dezembro com exibições de curtas metragens de norte a sul de Portugal no dia do solstício de inverno, o menor dia do ano.

Desde a sua estreia em Julho, a última curta de Vasconcelos passou por festivais como DocLisboa, Caminhos em Coimbra e Festival Luso-Brasileiro em Santa Maria da Feira.

Miguel Clara Vasconcelos tem uma relação emocional profunda com a cidade de Vila do Conde. Foi nela que passou a sua infância e cresceu construindo o seu primeiro universo de referências sociais e culturais e onde fez os primeiros amigos. Partiu do poema de José Régio «Romance de Vila do Conde» para reviver as suas memórias, cruzando-as com imagens de arquivo e dando origem ao filme e à instalação que estrearam em 2015. Ambos os projetos utilizam exclusivamente imagens em película Super8 e 16mm.

O realizador explica: “A memória de Vila do Conde é também a memória da minha mãe. Quando ela faleceu tive uma vertigem. O tempo passado nessa vila-cidade parecia desaparecer bruscamente, escapar-me, morrer em mim. No festival Curtas de 2014 percebi que era urgente trabalhar essa matéria sensível e mágica que é a infância e que foi para mim Vila do Conde”.

Visita guiada à obra «Onde o Coração se Esconde»:

Data: 19 de Dezembro
Horário: 15h
Local: Centro de Memória de Vila do Conde
Duração: 50 min
Público adulto: mínimo 5 pessoas; máximo 20

 

Exibição do filme «Vila do Conde Espraiada»:

Data: 20 de Dezembro
ocal: Cineclube de Vila do Conde – Teatro Municipal
Hora: 21h45
Duração: 35 min
Bilhete: 4,50€ (gratuito para sócios)

 

 

 

 

 

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This