_DSC9811

Father John Misty @ Coliseu dos Recreios (20.11.2017)

A noite em que os diferentes Josh Tillman vieram ao nosso Coliseu.

,

Apesar dos concertos estarem agendados para um horário ligeiramente mais cedo que o habitual, o Coliseu dos Recreios era circundado pelas tradicionais filas no exterior, como sucede sempre que o cartaz é imperdível.

Devido a isso, não espantou o facto da actuação de Weyes Blood, que abriu as festividades, contasse com uma audiência bastante lata, facto que nem sempre se constata. Mereceu sem dúvida toda a atenção que o público de Lisboa lhe dispensou, movimentando-se sempre de forma vagarosa pela penumbra, repleta de ramagens de teclados, a qual é sistematicamente penetrada por feixes de luz que nos permitem apreciar a beleza em redor do som de Weyes Blood. Não foi por acaso que Natalie Mering referiu que parece que está algo a morrer em palco durante a performance do quarteto. O foco esteve quase sempre apontado ao disco lançado no ano passado, “Front Row Seat To Earth”, sendo uma das raras excepções a versão de «A Certain Kind”(original deSoft Machine), concebido sob o patrocínio da ZDB, numa das várias visitas de Weyes Blood à galeria.

Father John Misty regressava a Portugal, para colocar ponto final na digressão europeia de “Pure Comedy”, após o concerto decorrido em pleno NOS Alive 2016. A actuação começou por decalcar o arranque do álbum que lhe dá nome, com os quatro primeiros temas a respeitarem a ordem do disco. E lá estavam as sombras, o preto e branco, tonalidades que marcaram este mais recente trabalho de Josh Tillman, populadas aqui e ali por apontamentos distópicos. O único vislumbre de cor foi quando o planeta saturou até incendiar na parte final de «Things It Would Have Been Helpful to Know Before the Revolution».

A plateia que lotava praticamente o Coliseu não ficou indiferente aos primeiros segundos de «Nancy From Now On», momento que marcou a chegada das luzes e cores ao concerto da passada Segunda-feira. Mas é a partir de «Strange Encounter» que assistimos ao retorno do Father John Misty das tours anteriores, abusado, exacerbando todas as emoções, esgrimindo todas as dores que o seu coração acarreta, não deixando que isso lese a sua moral por um instante que seja. O Father John Misty que tão depressa se ajoelha para se confessar, como sacode os desamores com um rápido movimento dançante.

Por falar em dança, se muitas vezes temos a sensação de estar num bar texano, prestes a embarcar numa daquelas danças colectivas com múltiplos passos estudados, como em « I’m Writing a Novel» (por exemplo), com «True Affection» sentimo-nos num club cosmopolitano onde se bebem maioritariamente cocktails para classe média-baixa. Durante «The Night Josh Tillman Came to Our Apt» vidrámos a olhar para a projecção do belíssimo videoclipe concebido para esta música.

Foi, no final de contas, uma excelente demonstração da paleta de cores de Father John Misty, durante as quais deu para entender que algumas canções de «Pure Comedy» quebram um pouco o ritmo do concerto, em especial quando intercaladas com aquelas dos trabalhos antecedentes. Não por serem melhores ou piores, apenas retratam uma natureza mais morta.

Josh Tillman não deverá demorar muito a voltar, segundo informou recentemente, já tem material para gravar novo disco, no qual regressará ao tema do amor, mas sem o cinismo. Veremos que tipo de personagem será criada para encarnar as composições vindouras.

Alinhamento

Pure Comedy
Total Entertainment Forever
Things It Would Have Been Helpful to Know Before the Revolution
Ballad of the Dying Man
Nancy From Now On
Chateau Lobby #4 (in C for Two Virgins)
Strange Encounter
Nothing Good Ever Happens at the Goddamn Thirsty Crow
Only Son of the Ladiesman
When the God of Love Returns There’ll Be Hell to Pay
When You’re Smiling and Astride Me
True Affection
This is Sally Hatchet
The Night Josh Tillman Came to Our Apt.
Bored in the USA
I’m Writing a Novel
Hollywood Forever Cemetery Sings
I Love You, Honeybear

 (encore)

Real Love Baby
So I’m Growing Old on Magic Mountain
Holy Shit
The Ideal Husband

Galeria



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This