Festa RDB

Três anos comemorados em grande estilo.

Data: 23 de Novembro de 2006
Hora: 21:00
Local: Interior do MB da Praça Camões, Bairro Alto, Portugal

Durante cerca de dois meses, toda a equipa da rua de baixo juntou esforços de forma a planear da melhor forma a festa comemorativa dos três anos do projecto. Local, banda e dj’s confirmados. Os preciosos apoios alcançados. A promoção do evento efectuada da melhor forma possível (rádio, televisão, jornais e revistas). Tudo parecia perfeito para que a noite de dia 23 de Novembro ficasse marcada na história deste projecto. Tudo estava controlado… tudo menos a meteorologia.

“É preciso ter azar”. Este foi o pensamento que repetidamente ocorria na minha cabeça enquanto estive “preso” no interior do Multibanco localizado na Praça Camões em pleno Bairro Alto. Lá fora, o céu parecia estar a cair em forma de água e, com o decorrer do tempo, este abrigo improvisado começou a ficar repleto de pessoas, todas elas arrependidas de terem saído à rua numa noite considerada de “temporal” pelos meteorologistas. “Tenho tantas saudades do tempo em que os meteorologistas nunca acertavam uma previsão”, comentei com um companheiro de intempérie, que se encontrava sentado a fumar um cigarro. “É a evolução e a tecnologia”, disse-me ele. Será que duas das características mais importantes para a génese da rua de baixo seriam as responsáveis para o fracasso da noite mais importante para todos aqueles que acreditam na sua existência?

A resposta: NÃO

Data: 24 de Novembro de 2006
Hora: 00:30
Local: Clube Mercado, Rua da Taipas, Bairro Alto, Portugal

Uma hora depois da prevista, e depois de um jantar repleto de pataniscas e sangria, chegávamos ao Clube Mercado. A chuva tinha dado tréguas por momentos, como que a dizer, “vá lá, façam lá a vossa festa que eu já volto” e o espaço da Rua das Taipas encontrava-se muito bem composto. Ao descer as escadas, um sentimento de alívio e orgulho percorreu o meu corpo. Tudo aquilo em que acreditamos desde o primeiro segundo deste projecto estava projectado naquele ambiente festivo. Sorri finalmente!

Perante uma sala composta por amigos, colaboradores, leitores da RdB e ilustres desconhecidos, os Linda Martini deram início à celebração com um concerto “épico”, onde demonstraram ser um dos projectos mais intensos e vibrantes ao vivo da música nacional. “Olhos de Mongol”, o aclamado disco de estreia da banda, serviu de mote para um concerto repleto de energia, guitarras, crowd surfing e rasgos de loucura “controlada”.

Embora “Olhos de Mongol” mostre que existe vida nos Linda Martini para além de «Amor Combate», esta faixa já se tornou num tema de culto para os fiéis seguidores da banda e criou um dos momentos mais fortes de toda a actuação. Se ainda existiam dúvidas em respeito à qualidade dos Linda Martini, o concerto na “nossa” festa veio consolidar mais uma certeza da música nacional.

Após a actuação dos Linda Martini, existia o perigo do êxodo em massa do público presente. Coube a Rui Maia & Mário João Camolas (aka Contra Disco), a tarefa de servir de rolha e “entreter” todos aqueles que podiam querer ir para a caminha mais cedo. Pudemos afirmar que essa árdua tarefa foi cumprida com total sucesso e a pista do Clube Mercado manteve-se bastante composta e “acesa” até tarde. O som electro/indie da dupla contagiou tudo e todos. É impossível não dançar ao som de faixas como a versão dos Soulwax para «Standing in the Way of Control» dos The Gossip, ou do remix de «Far from Home» de Tiga.

No final da noite, todos os objectivos foram cumpridos. Mesmo com muita chuva e frio, conseguimos criar um ambiente de festa, com uma qualidade musical acima da média, divulgando da melhor forma o nosso projecto e provando que a rua de baixo não se limita a ser “mais um site de cultura”, mas procura tornar-se na verdadeira referência para um lifestyle alternativo.

Uma última nota de agradecimento a todos aqueles que nos ajudaram a realizar esta festa: ao Ricardo e Cristina do Clube Mercado, aos Linda Martini e ao Luis Bandeira, ao Rui Maia e Mário João Camolas que foram extraordinários, à Pulse, Linha Criativa, The Beat Goes On e Zebra Music Store, que nos apoiaram e a todos os colaboradores, amigos, leitores e desconhecidos que estiveram presentes na “nossa” festa do ano. Esperamos poder contar com a vossa presença na próxima. Quem sabe se numa altura menos “molhada”…



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This