Festival Internacional de Máscaras e Comediantes

De 24 de Agosto a 10 de Setembro, em Lisboa.

Depois do sucesso da edição do ano passado, o Festival Internacional de Máscaras e Comediantes regressa à cidade de Lisboa. Organizado pela EGEAC e pela Filipe Crawford Produções Teatrais, o festival irá decorrer entre 24 de Agosto a 10 de Setembro no Castelo de São Jorge e no Museu da Marioneta.

A 5ª edição deste festival vem consolidar a enorme diversidade cultural que a cidade de Lisboa continua a promover e que tem tido um feedback bastante positivo por parte do público.

Fiquem com um breve resumo da programação do festival:

No primeiro dia de festival, 24 de Agosto, sobe ao palco a primeira de três adaptações de Dario Fo, todas com interpretação de Filipe Crawford. Trata-se de “O Santo Jogral Francisco”, defensor da natureza, dos animais e pioneiro de questões ecológicas e pacifistas. No dia seguinte, é a vez da Companhia Peripécia Teatro mostrar o seu trabalho com a peça “Ibéria”, uma viagem hilariante através da história da Península Ibérica. O Teatro Santibriganti (Itália) apresenta, a 26 de Agosto, a “Commedia della Pazzia”, onde as máscaras representam o espírito, elfos diabólicos e a evocação da sua loucura.

No último dia de Agosto, dia 31, sobe ao palco a segunda adaptação de Dario Fo, “As Aventuras de João Padão à Descoberta da América”, narrando a história de um aventureiro originário da região de Bergamo que, ao tentar escapar da Inquisição, acaba por embarcar para a América numa das naus de Cristóvão Colombo. A 1 de Setembro, a ESTE – Estação Teatral da Beira Interior – apresenta “Pax Romana”, peça assente nos princípios básicos da Comédia dell’Arte. No dia 2, a Compagnie pour Rire (Bélgica) apresenta “Les Gitans”, um espectáculo onde o Teatro casa com a Música.

A 7 de Setembro sobe ao palco a terceira e última adaptação de Dario Fo, “A História do Tigre”, inspirada no teatro popular e marginal chinês e contada com recurso a uma máscara balinesa. No dia 8, entra em cena “A Gargalhada de Yorick”, do Teatro Instável, uma abordagem original daquela que é a peça de teatro mais emblemática de toda a literatura ocidental – Hamlet.

Finalmente, no dia 9 de Setembro, o Castelo de São Jorge recebe a Companhia Ophaboom (Grã-Bretanha) com “Casanova”, uma peça caracterizada pelos amores opostos, dívidas e enganos atrevidos.

Para além dos espectáculos no Castelo, o Museu da Marioneta recebe, a partir do dia 26 de Agosto, a Exposição de Máscaras de Renzo Antonello, com quem está agendada uma conferência para dia 27, às 18h30. Têm ainda lugar mais duas conferências no mesmo local: dia 3 de Setembro, às 18h30, Conferência sobre Commedia dell’Arte por Ferrucio Soleri e dia 10 de Setembro, também às 18h30, Conferência de Filipe Crawford sobre Técnica de Máscaras e Balanço do Festival.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This