Festival Luso-Brasileiro

A oitava edição do festival decorre entre 5 e 12 de Dezembro em Santa Maria da Feira.

Cerca de 70 filmes serão apresentados, a partir de domingo, em Santa Maria da Feira, na 8ªedição do Festival de Cinema Luso-Brasileiro, que pretende reconciliar o público com o cinema português.

Organizado pelo Cine-Clube de Santa Maria da Feira, este festival pretende também proporcionar uma maior abertura à entrada do cinema brasileiro em Portugal. Américo Santos, director do festival, anunciou que este ano serão homenageados a actriz portuguesa Rita Blanco, os cineastas brasileiros Cão Guimarães e Eduardo Nunes e ainda o director de fotografia português Paulo Abreu, que tem alguns filmes em suporte super 8 e vídeo.

A grande novidade deste ano são, segundo o responsável, os “Laboratórios”, espaços em que serão apresentados projectos cinematográficos na forja ou em fase de finalização. Nesta 8ª edição do festival, a competição “Longas metragens” conta com seis películas, duas portuguesas e quatro brasileiras, enquanto a secção “Curtas metragens” é composta por 22 filmes, 15 brasileiros e os restantes portugueses.

“Somos Todos Filhos da Terra”, uma secção aberta a filmes sem restrição de suporte e que visa “contribuir para a democratização do cinema”, comporta 10 trabalhos a concurso. Quase todos os filmes a exibir contarão com a presença dos seus realizadores, actores e técnicos. O Festival de Cinema Luso-Brasileiro, que terá lugar até dia 12 na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, abre com “Contra Todos”, do brasileiro Roberto Moreira, um filme sobre amor e desconfiança que venceu este ano o Festival do Rio.

O festival encerra com a entrega dos prémios, seguindo-se a exibição do filme “O Caminho das Nuvens”, do brasileiro Vicente Amorim, uma história que se baseia na odisseia real de uma família que percorre de bicicleta mais de 3.000 quilómetros, desde o Nordeste do Brasil até ao Rio de Janeiro



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This