rdb_artigo_novosfados

Festival Novos Fados LX09

A ressurreição da nova música portuguesa. Passem pela Sé de Lisboa mas continuem até ao Santiago Alquimista. De 9 a 11 de Abril vão encontrar muita música com o selo do Projecto Marginal.

Tendo como principal mote a nova música portuguesa, o Festival Novos Fados LX09 realiza-se nos dias 9, 10 e 11 de Abril no Santiago Alquimista em Lisboa e conta com a presença de alguns projectos nacionais, mais ou menos conhecidos, que têm colorido o panorama musical nos últimos tempos. Este evento é organizado pelo Projecto Marginal que tem em Miguel Lopes um dos seus responsáveis, com quem trocámos algumas impressões sobre o projecto no seu geral e sobre este festival em particular.

Com três anos de existência, o Projecto Marginal “surgiu da necessidade de três colegas do curso de Produção de Eventos da escola Restart fazerem algo seu depois de vários estágios e trabalhos em eventos de outras promotoras”, disse-nos Miguel Lopes. Tendo como objectivos a criação de uma “plataforma de promoção de artistas a um nível independente” e a produção de eventos “temáticos”, o Projecto Marginal procura essencialmente que “as pessoas se divirtam”. “Pensamos aliás que deveria ser este o objectivo número um de todos os promotores, maiores ou mais pequenos”, conclui.

A associação do projecto a marcas fortes como o festival de cinema IndieLisboa, Clube Português de Artes e Ideias, diversas distribuidoras de cinema como a LNK, Atalanta Filmes ou Midas Filmes, têm permitido uma maior divigulgação do Projecto Marginal. Embora o sucesso das festas e eventos promovidos, o projecto continua a não ser lucrativo como nos explicou Miguel Lopes: “Dada a política de preços baixos de forma a tornar os eventos acessíveis para o máximo número de pessoas e de acordo com a nossa política de produção que passa por uma aposta grande em termos de divulgação, no final do dia os pequenos lucros obtidos são essencialmente utilizados para reenvestimentos noutros eventos”. “No entanto, esta é uma estratégia consciente e se tudo correr bem, pode vir a ser uma mais-valia para a obtenção de lucros em eventos de maior dimensão no futuro”, conclui.

O Festival Novos Fados LX09 tem diversas particularidades. Cada dia é temático, as actuações estão divididas por dois espaços no Santiago Alquimista e os bilhetes são acessiveis (5 euros/dia; 10 euros/3 dias). O dia 9 de Abril será dedicado ao novo rock cantado em português, tendo acordadas as actuações dos Doismileoito, OIOAI e Feromona na Sala principal e de Samuel Úria e João e a Sombra na sala 2 (no piso superior). O dia 10 está pensado para outros movimentos fortes do novo rock, de cariz mais pesado e experimental. If Lucy Fell, Gnu e Murderin Trip Blues actuam na sala principal e Pressplay e Tsunamiz na sala 2. O último dia será dedicado à World Music ou, se preferirem, à festa. Para a Sala Principal estão pensados os sons balcânicos dos Farra Fanfarra, Anonima Nuvolari e o reggae dos The Ratazanas. A sala secundária terá a actuação dos Atma e dos Anaidcram.

Miguel Lopes confidenciou-nos que o Projecto Marginal pretende repetir este festival já este ano em Braga ou no Porto com “bandas da zona” e nos próximos anos “alargar ainda a mais zonas do país”. Obviamente que esta ambição depende da “aceitação por parte do público, das bandas, editoras e agentes”, sendo que será essencial ter “alguns apoios financeiros” que permitam arriscar mais um pouco e “fazer um festival sem depender só de receitas”. Esperamos que tal seja possível.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This