Festróia

A cidade de Setúbal está preparada para receber a 21ª edição do Festival Internacional de Cinema.

Prestes a completar o seu 21º aniversário, a edição deste ano do certame do Festróia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal – tem início marcado para o dia 28 de Maio, prolongando-se até ao dia 5 de Junho de 2005, a decorrer simultaneamente em duas salas de cinema: o Fórum Luísa Todi e o Auditório Municipal Charlot.

Depois do forte revés que sofreu o ano transacto, quando viu o ICAM recusar a atribuição de qualquer subsídio, apesar de ser o segundo festival mais antigo dos que se apresentaram a concurso e um dos que conta com médias mais altas de audiência, o Festróia conseguiu cumprir os seus objectivos, graças aos esforços da organização. Estes esforços foram recompensados pelo ICAM este ano, apesar da verba atribuída ser substancialmente inferior à de outros anos.

Assim, de entre cerca de centena e meia de filmes que serão exibidos, a 21ª edição do Festróia conta com a habitual Secção Oficial, exclusiva a obras provenientes de países que produzem menos de trinta filmes por ano; com a secção Primeiras Obras, onde procura distinguir filmes de novos realizadores, sem restrições e provenientes de todo o Mundo; com a secção Independentes Americanos; e com a secção O Homem E A Natureza, para filmes de todos os géneros cuja temática incida sobre os valores e património histórico e cultural do Homem.

Fora da competição, o Festróia vai realizar este ano uma homenagem à Finlândia, uma secção exclusiva ao Moderno Cinema Moçambicano, uma retrospectiva sobre o Cinema Português do Ano e uma secção dedicada a Filmes recuperados pelo Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro. Conta ainda com os habituais nomeados para os Prémios Fassbinder – a secção Descobertas Europeias – e as secções Panorama e Escolas do Cinema Do Leste Europeu.

A 21ª edição do Festróia apresenta também, no dia da inauguração oficial do certame, pela primeira vez em Portugal, as grandes revelações do cinema europeu de 2004. Estes actores, designados por “Shooting Stars”, foram anunciados no Festival de Cinema de Berlim, onde são desde há oito anos apresentados ao público no decurso de uma cerimónia promovida pelo European Film Promotion e conta, entre eles, com o nome de Marisa Cruz, graças à sua prestação no filme de António da Cunha Telles “Kiss Me”.

Paralelamente ao festival, o Festróia promove ainda um encontro internacional, sob a orientação de Nick Powell, membro da European Film Academy e director da Escola de Cinema do Reino Unido, uma reunião com produtores, distribuidores e professores, que servirá para debater as actuais dificuldades cinematográficas na Europa. É ainda promovido um Atelier-Escola de Cinema, que decorrerá no museu Michel Giacometti.

São então mais de cento e cinquenta obras em exibição durante oito dias de festival, onde se lutará pela atribuição do Golfinho de Ouro. O programa oficial será, brevemente, apresentado por completo.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This