Fitas de baixo para cima

O outro lado de Marlon Brando.

Em 1961 Marlon Brando, aquele que já foi considerado por muitos o melhor actor de todos os tempos, teve a sua única experiência como realizador, com o filme One-Eyed Jacks. No ano da sua morte, (Brando morreu a 1 de Julho passado), é lançado em Portugal, e em DVD, este filme (um western), relativamente pouco conhecido do público português.

A história é bastante simples. Dois assaltantes, Dad Longworth (Karl Malden) e Rio (o próprio Brando), roubam um banco e Dad escapa deixando Rio à mercê das autoridades. Vários anos depois, Rio foge da prisão e procura Dad, agora um respeitável xerife da Califórnia, em busca da vingança que este já há muito temia. No fundo, é um anti-western, onde não nos surge um conflito bom/mau, mas sim mau/menos mau…

No entanto, são alguns pormenores externos que acabam por tornar este filme interessante. Para começar, como já foi referido atrás, é o único filme realizado (e também protagonizado) por Marlon Brando. Por outro lado, ele e o seu amigo Karl Malden tentam criar uma acção centrada na actuação destas duas personagens, esquecendo o ambiente envolvente. O resultado é um excelente trabalho de actuação que acaba por alienar um pouco o espectador, daí o seu pouco sucesso.

Por fim, poucos saberão que este projecto foi desenvolvido por Stanley Kubrick. Ele pegou na história (um romance de Charles Neider intitulado, The authentic Death of Hendry Jones e convidou Brando para protagonista, mas várias disputas entre os dois acabaram por afastar Kubrick deste trabalho.

Enfim, é um bom filme para quem deseja encontrar algo de diferente em termos de westerns, ou uma outra faceta em Marlon Brando. Por outro lado, se quisermos recordar o Brando que conhecemos, que participou em mais de quarenta filmes, foi também recentemente lançado em DVD pela primeira vez o primeiro filme da trilogia O Padrinho, este sim, mundialmente conhecido.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This