Flanger

O interessante projecto com contornos de jazz visita Portugal para dois concertos. Dia 29 no Lux e na noite seguinte na Casa da Música.

Sem dúvida que estamos perante um dos discos mais interessantes de 2005. “Spirituals”, terceiro álbum do projecto Flanger, é um disco influenciado pelo jazz, com um conjunto de canções repletas de “swing” e que fazem lembrar Nova Orleães no início do século passado. Este é o disco que a dupla composta por Burnt Friedman e Uwe Schmidt vem apresentar a Portugal. Os espectáculos estão marcados para dia 29 de Setembro, no Lux, e para o dia seguinte na Casa da Música.

Os Flanger são os alemães Burnt Friedman e Uwe Schmidt, qualquer deles com vasta obra publicada, entre projectos solitários e colaborações. Desde 1998 que a dupla tem trabalhado um estilo que assenta num jazz quase abstracto, recheado de influências e de musicalidade.

Foi com “Spirituals” que a dupla conseguiu o apoio quase consensual da crítica. A aposta da dupla virou-se mais para a utilização de instrumentos, ocultando um pouco a electrónica que alimentava a sua música. Durante o disco encontramos vozes, guitarras e piano, com o objectivo de transportar uma época de extrema importância na música mundial para o século XXI.

Ao vivo (e em disco) a dupla faz-se acompanhar por mais três elementos: os australianos Richard Pike na voz e guitarra, o irmão Laurence na bateria e Hayden Chisholm no clarinete. Os concertos serão compostos por duas partes. A primeira por canções a segunda por improvisações.

Curiosos?

O melhor mesmo é descobrirem a música dos Flanger ao vivo. Dia 29 de Setembro no Lux (24h), dia 30 na Sala 2 da casa da Música (15€).



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This