Gil Teixeira Lopes

O trabalho deste artista estará em exposição até 24 de Março, em Setúbal.

Até ao dia 24 de Março, estará patente uma exposição de pintura, escultura e gravura de Gil Teixeira Lopes, nos Museus de Setúbal/Convento de Jesus e do Trabalho Michel Giacometti. Serão perto de 60 obras do artista plástico patentes nestes espaços.

Gil Teixeira Lopes nasceu em Mirandela, em 1936 e, ao longo da sua carreira, já viu o seu trabalho representado em países como França, Itália, Polónia, Coreia do Sul, Estados Unidos ou Noruega. Foi distinguido com vários prémios e distinções, nacionais e internacionais, dos quais se destacam as medalhas de ouro das cidades de Génova e de Mirandela e a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, atribuída pelo então Presidente da República, Mário Soares.

O mercado de arte é «um nicho ultraminado. Meia dúzia de nomes infiltram-se no Ministério da Cultura, nas galerias, nas fundações e nos meios de comunicação social e dominam tudo. É difícil dizer cá estou. É difícil romper com a ditadura do silêncio, que aliás, deu-me como morto várias vezes», afirma Gil Teixeira Lopes.

Mesmo com 68 anos, continua a lutar contra esta ditadura do silêncio e a demonstrar a todos que aqui está e tem muito trabalho feito para ser mostrado. A sugestão fica dada.

A mostra pode ser vista no Museu do Trabalho, das 9h30 às 18h00, de terça-feira a sábado, e no Museu de Setúbal/Convento de Jesus, das 9h00 às 12h00 e das 13h30 às 17h30, nos mesmos dias.

Excepcionalmente, devido à realização desta exposição, os museus de Setúbal e do Trabalho Michel Giacometti abrem ao público ao domingo, entre as 14h00 e as 18h00, até dia 21 de Março.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This