Globos de Ouro 2016

Globos de Ouro 2016

"Carol" lidera a corrida aos nomeados desta 73ª edição

Os Globos de Ouro distinguem os melhores do ano e são uma antevisão às nomeações aos Óscares. A cerimónia de entrega dos Globos de Ouro está marcada para dia 10 de Janeiro com o regresso de Ricky Gervais como anfitrião, a quarta vez que os apresenta.

O filme mais nomeado da noite é “Carol”, com cinco nomeações que incluem uma nomeação de melhor actriz dramática para Cate Blanchett e para Rooney Mara, que disputam o galardão com com Brie Larson (Room), Saoirse Ronan (Brooklyn) e Alicia Vikander (A Rapariga Dinamarquesa).

Leonardo DiCaprio e Eddie Redmayne voltam a integrar a lista de nomeados. Os vencedores de Melhor Actor de Comédia ou Musical com “O Lobo de Wall Street” e Melhor Actor de Drama com “A Teoria de Tudo” da edição passada, competem agora com Bryan Cranston (Trumbo), Michael Fassbender (Steve Jobs) e Will Smith (Concussion).

Na comédia no feminino os nomes não surpreendem: Jennifer Lawrence (Joy), Melissa McCarthy (Spy), Amy Schumer (Descarrilada), Maggie Smith (Lady in the Van) e Lily Tomlin (Grandma). Na mesma categoria em masculino, Christian Bale e Steve Carell estão entre os nomeado (The Big Short), e competem com Matt Damon (Perdido em Marte), Mark Ruffalo (Infinitely Polar Bear) e Al Pacino (Danny Collins).

Quentin Tarantino e o seu mais recente projecto, “The Hatetul Eight”, está nomeado para Melhor Argumento com “Room” de Lenny Abrahamson, “Spotlight” de Thomas McCarthy e Josh Singer, “The Big Short” de Adam McKay e Charles Randolph, e “Steve Jobs” de Aaron Sorkin.

E porque os Globos de Ouro não premeiam apenas o cinema, as produções originais da Amazon e da Netflix também entram na competição. Se no ano passado a Amazon venceu os primeiros prémios com os seus conteúdos originais, este ano, a Netflix bate um número recorde com 8 nomeações, em comparação com as 5 da Amazon. “Casual” (do operador digital Hulu), “Mozart in the Jungle” e “Transparent”, ambas séries Amazon estão nomeadas para Melhor Série de Comédia/Musical,  acompanhadas pela elogiada série “Orange is the New Black”, da Netflix, e “Veep”, da HBO.

Na televisão encontramos ainda, sem surpresa, “Guerra dos Tronos” da HBO, novamente nomeada para Melhor Série de TV (Drama), “Mad Men” do canal AMC, “Mr. Robot”, um sucesso do canal USA, “Narcos”, uma produção Netflix e “Empiree Outlander” do canal Starz.

Em dramas televisivos, os actores nomeados são Jon Hamm (Mad Men), Rami Malek (Mr. Robot), Wagner Moura (Narcos), Liev Schreiber (Ray Donovan) e Bob Odenkirk (Better Call Saul). Catriona Balfe (Outlander), Viola Davis (Como Defender um Assassino), Eva Green (Penny Dreadful), Robin Wright (House of Cards) e Taraji P. Henson (Empire) disputam entre si o prémio de Melhor Actriz de Televisão.

Nomeada consecutivamente desde 2013, Julia Louis Dreyfus repete a indicação ao Globo de Ouro para melhor actriz de comédia na televisão por “Veep”, acompanhada por Jamie Lee Curtis (Scream Queens), Rachel Bloom (Crazy Ex Girlfriend), Gina Rodriguez (Jane the Virgin) e Lilly Tomlin (Grace & Frankie). Para a mesma categoria no masculino: Aziz Ansari (Master Of None, Netflix), Jeffrey Tambor (Transparent, da Amazon), Rob Lowe (The Grinder), Gael García Bernal (Mozart In The Jungle) e Patrick Stewart (Blunt Talk) são os nomeados.

Para melhor filme dramático, a selecção não poderia ser mais abrangente. “Carol”, um romance entre duas mulheres nos anos 1950. “Mad Max”, um filme baseado num futuro distópico. “The Revenant”, a história de um homem que procura vingança pelo abandono dos seus companheiros quando é atacado por um urso. “Room”, uma história sobre cativeiro e liberdade que destaca a relação entre mães e filhos. E, por fim, “Spotlight”, um filme que relata a descoberta de um escândalo de abuso infantil envolvendo a Igreja Católica, revelado por repórteres de um jornal.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This