rdb_header_hmd

Horse Meat Disco Strike three!

Para descobrir Londres, Nova Iorque ou até Lisboa.

O colectivo inglês de DJ’s que dá pelo nome Horse Meat Disco lançou, pela editora Strut Records, em inícios de Julho, o seu terceiro volume de músicas misturadas e seleccionadas pelos quatro e que representam o som das noites Horse Meat Disco.

Jim Stanton, Severino, James Hillard e Luke Howard são os nomes por detrás desta noite, que surgiu em Londres, em resposta a uma necessidade por criar uma noite gay diferente e com música a condizer. Dando ênfase à música e não tanto ao look, às drogas e aos engates de uma noite.

O sucesso deu-se, a noite cresceu, conta já com três compilações editadas em CD, vinil e digital, noites exportadas para vários pontos do globo, incluindo uma residência mensal na discoteca lisboeta Lux.

No mais recente capítulo, repartido em dois CD’s, encontramos no primeiro um mix de Jim e Severino em que tomam preponderância os re-edits e faixas de produção recente. Nomes como Dimitri From Paris, Harvey e Todd Terje são os que ditam a direcção que as batidas nos guiarão ao longo do CD. Claudja Barry – «Sweet Dynamite (Todd Terje Edit)», Billie Ray Martin – «Sweet Suburban Disco», Belle Époque – «Miss Broadway (Gazzebo Edit)» e até uma cover do tema «Born Under Punches dos Talking Heads misturada por Harvey são alguns dos temas deste mix dedicado a momentos de dança e sedução. O projecto Erodiscotique (de Dimitri From Paris e DJ Rocca) também dá uma ajuda à festa com a faixa «Downtown». Sylvester, nome maior do Discosound de São Francisco nos anos 70 e 80, termina o mix com o seu tema «Stars», fazendo apreciar a sua magnífica e única voz.

O segundo CD, com um mix de James Hillard e Filthy Luka, é dedicado a músicas mais laid-back e com um número de BPMs mais baixo. A inspiração? O club The Saint, da Nova Iorque dos anos 80, pois claro. Um dos mais conhecidos clubs gay da cidade, certamente mais por dentro do circuito que o mítico Paradise Garage. Variadíssimos são os nomes de artistas que actuaram neste local – Sylvester, Grace Jones, Divine, Jocelyn Brown, Tina Turner… O som do The Saint é então o escolhido para este CD.

Idris Muhammad, baterista jazz e autor do clássico «Could Heaven Ever Be Like This», inicia a viagem aqui com o tema «For Your Love». Sylvester volta à ribalta também no CD 2 – «Give It Up», uma faixa com um toque jazzy. Marcel King, um favorito do Factory de Manchester. Wham, sim Wham também está presente – bem, mas estes não são os Wham de George Michael e Andrew Ridgeley – mas sim um desconhecido projecto americano que lançou apenas um álbum, em 1978, de onde foi retirado este «Love Maker». E como acaba este mix?

Com ouro, pois claro, uma excelente faixa das Two Tons Of Fun (a.k.a. The Weather Girls) – Martha Wash & Izora Armstead, que vozes! Elas que antes de se tornarem mundialmente conhecidas com as sua “Chuva de Homens” cantavam em vários álbuns de Sylvester (sim outra vez ) e que em 1980 lançaram um álbum produzido por Harvey Fuqua. Ouçam então «Just Us», e com ouvidos de ouvir, e sentirão um bom arrepiozinho enquanto esta compilação chega ao fim…

Recomendo vivamente a leitura das liner-notes desta compilação escritas pelo DJ/Jornalista Daniel Wang… Das melhores que já pude encontrar a acompanhar um CD. Muito bem escritas e ilustram o seu ponto de vista sobre este projecto Horse Meat Disco, com quem já actuou também em parceria.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This