rdb_header_hmd

Horse Meat Disco Strike three!

Para descobrir Londres, Nova Iorque ou até Lisboa.

O colectivo inglês de DJ’s que dá pelo nome Horse Meat Disco lançou, pela editora Strut Records, em inícios de Julho, o seu terceiro volume de músicas misturadas e seleccionadas pelos quatro e que representam o som das noites Horse Meat Disco.

Jim Stanton, Severino, James Hillard e Luke Howard são os nomes por detrás desta noite, que surgiu em Londres, em resposta a uma necessidade por criar uma noite gay diferente e com música a condizer. Dando ênfase à música e não tanto ao look, às drogas e aos engates de uma noite.

O sucesso deu-se, a noite cresceu, conta já com três compilações editadas em CD, vinil e digital, noites exportadas para vários pontos do globo, incluindo uma residência mensal na discoteca lisboeta Lux.

No mais recente capítulo, repartido em dois CD’s, encontramos no primeiro um mix de Jim e Severino em que tomam preponderância os re-edits e faixas de produção recente. Nomes como Dimitri From Paris, Harvey e Todd Terje são os que ditam a direcção que as batidas nos guiarão ao longo do CD. Claudja Barry – «Sweet Dynamite (Todd Terje Edit)», Billie Ray Martin – «Sweet Suburban Disco», Belle Époque – «Miss Broadway (Gazzebo Edit)» e até uma cover do tema «Born Under Punches dos Talking Heads misturada por Harvey são alguns dos temas deste mix dedicado a momentos de dança e sedução. O projecto Erodiscotique (de Dimitri From Paris e DJ Rocca) também dá uma ajuda à festa com a faixa «Downtown». Sylvester, nome maior do Discosound de São Francisco nos anos 70 e 80, termina o mix com o seu tema «Stars», fazendo apreciar a sua magnífica e única voz.

O segundo CD, com um mix de James Hillard e Filthy Luka, é dedicado a músicas mais laid-back e com um número de BPMs mais baixo. A inspiração? O club The Saint, da Nova Iorque dos anos 80, pois claro. Um dos mais conhecidos clubs gay da cidade, certamente mais por dentro do circuito que o mítico Paradise Garage. Variadíssimos são os nomes de artistas que actuaram neste local – Sylvester, Grace Jones, Divine, Jocelyn Brown, Tina Turner… O som do The Saint é então o escolhido para este CD.

Idris Muhammad, baterista jazz e autor do clássico «Could Heaven Ever Be Like This», inicia a viagem aqui com o tema «For Your Love». Sylvester volta à ribalta também no CD 2 – «Give It Up», uma faixa com um toque jazzy. Marcel King, um favorito do Factory de Manchester. Wham, sim Wham também está presente – bem, mas estes não são os Wham de George Michael e Andrew Ridgeley – mas sim um desconhecido projecto americano que lançou apenas um álbum, em 1978, de onde foi retirado este «Love Maker». E como acaba este mix?

Com ouro, pois claro, uma excelente faixa das Two Tons Of Fun (a.k.a. The Weather Girls) – Martha Wash & Izora Armstead, que vozes! Elas que antes de se tornarem mundialmente conhecidas com as sua “Chuva de Homens” cantavam em vários álbuns de Sylvester (sim outra vez ) e que em 1980 lançaram um álbum produzido por Harvey Fuqua. Ouçam então «Just Us», e com ouvidos de ouvir, e sentirão um bom arrepiozinho enquanto esta compilação chega ao fim…

Recomendo vivamente a leitura das liner-notes desta compilação escritas pelo DJ/Jornalista Daniel Wang… Das melhores que já pude encontrar a acompanhar um CD. Muito bem escritas e ilustram o seu ponto de vista sobre este projecto Horse Meat Disco, com quem já actuou também em parceria.



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This