Hot Chip @ ZDB

Mais uma noite inacreditável na ZDB. Hot’n’Roll...

Na véspera da actuação no Festival Hype@Tejo, os norte-americanos Hot Chip apresentaram na ZDB o recente “The Warning”, editado pela cada vez mais fundamental DFA. A actuação do colectivo foi quente, abrasadora, intensa – tudo e muito mais. Mas antes, tempo para um momento bizarro na primeira parte: António Contador.

Anunciado como “músico, artista plástico, docente e senhor da performance”, António Contador veio à ZDB apresentar um espectáculo assente em loops pré-gravados e brincadeiras sonoras com…brinquedos. Instrumentos-brinquedo, melhor dizendo. Um espectáculo livre, ambicioso, com apontamentos ocasionalmente humorísticos, inclusive. Lá está, bizarro.

Os Hot Chip são um dos mais estimulantes nomes da fornada DFA. Ponto final. Os Hot Chip são viciantes e endiabrados: o calor da ZDB não convidava à dança, mas nas primeiras filas o apelo foi inevitável. “The Warning” foi prato principal, mas não exclusivo – pela noite pontuaram outros temas mais antigos do repertório da banda. Em ambiente reservado exclusivamente para os adeptos da banda (ao contrário do que se viria a verificar no dia seguinte no Hype@Tejo), os Hot Chip apresentaram um espectáculo (quase) sempre intocável. Fica o quase entre parêntesis reservado a um ou outro problema técnico na maquinaria da banda, pormenores que não desvirtuaram a essência da festa Hot Chip. A maquinaria, o espírito da dança incorporado num espectáculo também ele muito rock’n’roll. «Over and Over» ou o poderoso single «Boy From School» foram apenas dois dos temas mais celebrados.

No fim, o suor dos presentes reflectia, certo, o calor sentido na sala (até um dos membros da banda apelou por um ar condicionado). Contudo, não indicava só isso: indicava festa, alegria e dança. E quem não dançou nesta noite que atire a primeira pedra.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This