Inter-Atrium

No final do ano em que comemora 20 anos de actividade, a galeria recebe a obra do brasileiro Agostinho Moreira.

No espaço da  Inter-Atrium no Porto está exposta, até 21 de Dezembro, as obras de mármore de Agostinho Moreira, um dos mais conceituados artistas contemporâneos brasileiros.

Natural da cidade de Lagoa Formosa (Estado de Minas Gerais – Brasil), Agostinho Moreira tem no seu curriculum dezenas de exposições, como escultor em nome próprio e participações em diversos filmes. Para além disso, dirigiu grupos de teatro no Brasil e em 1985 foi responsável pelo caderno de artes plásticas do Jornal “Artes e Factos”.

Fundada por Fernando Trancoso e Zélia Roque, em Outubro de 1984, em Lisboa no Hotel Ritz, a Inter-Atrium é um exemplo de sucesso no panorama nacional (e não só), estando a celebrar vinte anos de sucesso e existência.

Em Fevereiro de 2004, e no seguimento da sua política de internacionalização, inaugurou-se, no dia 24 de Fevereiro em Barcelona, uma Galeria de Arte com 400m2 de Exposição, ao lado das mais prestigiadas Galerias da Cidade Condal.

Na exposição inaugural foram expostas mais de meia centena de obras de artistas de renome mundial. Merecem ser destacados os trabalhos de Rauschenberg, Sam Francis, Antonio Segui, José de Guimarães, Nadir Afonso e, principalmente, o de Cuixart de 1958/59, pertencentes a períodos de especial relevância na carreira dos respectivos criadores. Também se deverá ter em conta Robert Combas que, a breve trecho, será certamente um dos maiores nomes da Arte mundial.

Durante este ano de festejos, a galeria organizou uma “mega” exposição onde participaram alguns dos nomes mais importantes da arte contemporânea nacional e estrangeira.

Para terminar o ano em beleza, a galeria convidou mais uma vez o escultor brasileiro que traz até nós as suas mais recentes obras.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This