rdb_artigo_ciclo_musicbox

JP Simões @ Pensão Amor

Do tampo da sanita, com Amor.

Este é o JP Simões que sempre nos habituou a mudar de pele de acordo com o local (cidade, sala, etc) onde toca. Desta feita, o local escolhido é a Pensão Amor em Lisboa, Cais do Sodré, numa segunda-feira, dia 23 de Janeiro, e o tema não poderia deixar de ser esse, esse demónio tão difícil de escrever. O “amor” não é fácil de escrever, o que só torna a tarefa de quem o faz muito bem, meritória. JP entra, portanto, nesse clube. As canções que traz à Pensão referem-se a vários tipos de amor; amor à camisola, amor ao juízo, só para citar duas que lhe ouvimos sair da boca, num dos magníficos momentos em que dialoga com o público.

JP é aquele tipo cheio de humor inteligente para dar e que tem sempre a citação certa para o momento certo. Tem o dom da retórica. Farta-se de ler e ouvir música e é com base nesse conhecimento que cria a sua personalidade musical. Na Pensão Amor, apenas acompanhado da guitarra e de um copo de vinho – ideal para afogar mágoas e curar constipações (terá sido o caso) -, notámos-lhe, pelo menos, citações de Woody Alen, José Mário Branco e Walter Benjamin – um cineasta, um músico e um filósofo.

Ao fim dos primeiros acordes, três pessoas sentam-se de pernas cruzadas no chão, mesmo em frente ao palco. Nem 120 segundos depois estão já dezenas a fazer o mesmo, sob o olhar atento, mas pouco surpreendido do JP que nesta altura intervala as duas primeiras canções.

Foi um concerto intimista em que JP passou pela chanson, pela soul, pela MPB e pela música tradicional portuguesa, ofereceu uma versão de Chico Buarque – com um humor muito particular elogiou o último disco do brasileiro, o que, acrescentou, “vale o que vale” -, apresentou novo material – coisas fabricadas “ontem, no tampo da sanita”, e revelou-se à altura, mesmo com uma constipação em cima – bendito vinho tinto que ajuda, mas a verdade é que a coisa resultou porque JP Simões continua a ter muito amor para dar, mesmo em cima de um “tampo de sanita”.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This