lllressonance_header

La la la Ressonance | “Faust”

Do inferno

Os La la la Ressonance apareceram em 2005, se bem que o mesmo elenco compunha, anteriormente, os The Astonishing Urbana Fall. Com este disco, inauguram a sua colaboração com a editora/promotora PAD.

Depois de “Palisade” (Bor Land, 2006) e “Outdoor” (2009), chega o lançamento de “Faust”, com a participação de Luís Fernandes (The Astroboy), directamente inspirado na narrativa da personagem do clássico filme mudo realizado por Friedrich Murnau.

“Faust” começa com «See» onde, se fecharmos os olhos, somos transportados para o primeiro momento de Fausto de Murnau, onde Fausto faz um contrato com Mefistófeles (o demónio), através do qual viveria servido pelo Diabo por vinte e quatro anos sem envelhecer, em troca de sua alma.

Podemos escutar nas músicas de “Faust” uma acção, um julgamento, uma troca de palavras com o Diabo, onde a melodia assume-se contemplativa e, como Fausto, se entrega aos prazeres mundanos para no fim ser levado ao inferno.

A música dos La la la Ressonance é íntima, faz doer. Entra como crua e vai-se espalhando por todos os cantos do corpo de quem os ouve. «Gretchen’s Downfall» é símbolo disso e «What The Devil» vai mais longe. É potenciadora das paisagens sonoras e da ansiedade dos personagens de Murnau.

«Faust», a música que dá nome ao álbum, é absolutamente cinematográfica e de uma teatralidade dura. É, numa primeira instância, Fausto depois do seu pacto com o Diabo enaltecendo as características sombrias de Murnau, o horror que permeia a narrativa, para depois, nos envolver no amor de Fausto e Margarida e a salvação de que dele advém.

A música dos La la la Ressonance é teatral, narrativa, estética e em «Go Back And Fetch It», já com vídeo, contorna o instrumental jazzístico de forma carismática. Uma verdadeira paisagem sonora que vale a pena escutar.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This