“Lágrimas de Crocodilo” | André François

“Lágrimas de Crocodilo” | André François

Nada como uma bela história para acabar com uma valente choradeira

Se houvesse uma ciência dedicada a esmiuçar tudo o que se esconde por detrás de uma lágrima, uma das muitas máximas, esta com inspiração sacada ao Antigo Testamento, seria qualquer coisa assim: quem nunca tiver chorado lágrimas de crocodilo que atire a primeira pedra.

A partir de uma viagem ao Egipto, André François coloca um pai a explicar ao filho, quando este aparece em casa com uma daquelas birras impossíveis, o que são, afinal, “Lágrimas de Crocodilo” (Bruáa, 2010).

Porém, para poder explicar o que são estas lágrimas com ar de pedras preciosas, há que primeiro saber como apanhar um desses espécimes verdes e muito perigosos. Algo que, segundo o contador da história, se revela uma tarefa muito fácil desde que se cumpra uma série de regras básicas.

“Lágrimas de Crocodilo” | André François

Em primeiro lugar, e antes de se apanhar o barco para a terra dos faraós, há que pedir a um carpinteiro para construir uma caixa muito grande, que possa servir de casa provisória ao crocodilo na viagem de regresso. À chegada ao Egipto, ao bom estilo da camuflagem local, há que comprar um fez e um dromedário. Depois tem início um longo trabalho de observação, até o réptil ser apanhado com grande estilo e enviado por correio para a sua futura casa, tornando-se um membro de corpo e alma da família (terá até direito a um copo só para si para colocar uma escova de dentes singular).

Num livro com a forma de uma caixa/envelope – pronta a seguir viagem – onde se esconde um magnífico crocodilo, predominam as ilustrações de traço inacabado, onde o verde o o laranja são dominadores, acompanhadas de um humor com uma tal dose de surrealismo que se apresenta capaz de tudo, até de fazer parar uma birra feita de lágrimas…de crocodilo. Editado originalmente em 1956, “Lágrimas de Crocodilo” continua a ser um dos melhores livros ilustrados de sempre. Simplesmente obrigatório.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This