Le Coq Sportif

Mais uma marca do século passado a fazer sucesso neste novo milénio.

A história popular do início deste novo milénio está obviamente marcada pelo regresso às origens. A música é um dos exemplos mais claros desta cultura “retro” com o regresso das guitarras, embora que misturadas com a electrónica. Na moda, as marcas e modelos que no século passado se tornaram fenómenos de venda um pouco por todo o mundo, enchem hoje as prateleiras das lojas. Os ténis são o exemplo mais evidente deste regresso ao passado.

O exemplo mais claro desta moda “retro” do calçado são os velhinhos Converse All Star, que hoje em dia podem ser encontrados um pouco por todo o lado e em que a velhice é que conta. A Adidas, para comemorar o 35º aniversário dos Superstar, lançou igualmente uma edição especial deste modelo.

Aproveitando o hype crescente da indústria, surge agora no mercado uma nova colecção de uma das marcas que muitos já pensavam estar enterrada. A marca do galo branco, Le Coq Sportif, tem quase 60 anos de história e um passado glorioso no que diz respeito ao mercado desportivo mundial. A marca francesa surge agora com uma nova imagem e com um logótipo melhorado, que pretende fugir à imagem inicial de símbolo nacional francês e de galo da quinta, para se tornar mais estilizado.

Comercializada em cem países de todo o mundo, depois de ter passado pelas mãos da Adidas e da « Brown Shoes Company », desde 1999 que é de capital maioritariamente francês. Esta mudança de gerência tem vindo a provar-se benéfica para a marca, uma vez que tem-se vindo a modernizar e a tentar acompanhar as novas tendências do mercado e não se agarrar apenas à venda de material para actividades desportivas. Hoje, já é comum ver-se os ténis Le Coq Sportif associadas a uma imagem trendy, inserindo-se naturalmente com os estilos agora em voga. Um destes exemplos é o relançamento do Wendon shoe, um modelo de 1960 hoje relançado nas mais variadas cores.

Esta nova imagem da marca também se realizou com certas parcerias estratégicas, como o caso de Jean-Charles de Castelbajac, um estilista de renome da alta-costura. Daqui saiu Footblaster, uma colecção inspirada num modelo de futebol e redesenhada para que este novo reposicionamento seja marcante.

Além destas acções, a marca continua a patrocinar os mais variados eventos desportivos, na dupla tentativa de manter os antigos fiéis à marca, ao mesmo tempo que angaria novos compradores.

Um marca a merecer o olhar atento daqueles que gostam de fugir ao “comercialóide” e aproveitar esta onda “retro” que atravessa a moda. Pelo país fora já se começam a ver estes novos modelos à venda.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This