rdb_leff2011_header

LEFF 2011

A quinta edição do Festival de Cinema do Estoril decorre de 4 a 13 de Novembro e estende-se pela primeira vez a Lisboa, acolhendo sessões no Nimas e no Monumental.

São dez as antestreias nacionais que poderemos ver, começando por “Restless” de Gus Van Sant, passando por “Le gamin au vélo” dos irmãos Dardenne, “The Ides of March” de George Clooney, “A Dangerous Method” de David Cronenberg, “Pa negre” de Agusti Villaronga, “L’Apollonide” de Bertrand Bonello, “Melancholia” de Lars von Trier, “Carnage” de Roman Ploanski, “Drive” de Nicholas Winding Refn, e encerrando com “La piel que habito” de Pedro Almodóvar.

Em competição estarão onze filmes de vários países europeus, como a Albânia, Alemanha, Rússia, França, Noruega e um português – “A Vingança de uma mulher”, de Rita Azevedo Gomes, inspirado no conto de Barbey d’Aurevilly.

Fora de competição serão também exibidos onze filmes, entre os quais “Faust”, de Alexander Sokuroy, vencedor do Leão de Ouro em Veneza, “Un Été Brûllant”, de Philippe Garrel, e “Killer Joe”, de William Friedkin, a quem vai ser dedicada uma retrospectiva com oito filmes, em que “The Birthday Party”, “To Live and Die in L.A.”, “The Boys in the Band” e “Bug” são alguns exemplos.

Haverá uma homenagem a Leos Carax com oito exibições – “Boy Meets Girl”, “Mauvais Sang”, “Les Amants du Pont-Neuf” e “Pola X” estão na lista.

Uma retrospectiva também de Wes Anderson, que contará com oito filmes, onde poderemos recordar “Fantastic Mr. Fox”, “The Darjeeling Limited”, “Hotel Chevalier” ou “The Life Aquatic”.

Na secção Cinemart, vamos poder assistir a “Chicas” (2010), da francesa Yasmina Reza – autora da peça “God of Carnage” (2006), adaptada por Polanski para o seu novo filme -, e “The Look”, de Angelina Maccarone, sobre a carreira da actriz Charlotte Rampling.

A nova mini-série de Todd Haynes, “Mildred Pierce” – pela qual Kate Winslet recebeu este ano o Emmy de “Melhor Actriz” – será exibida numa sessão especial. Conta “a história de uma mulher divorciada que, durante a Grande Depressão, enfrenta o conservadorismo da sociedade norte-americana conseguindo transformar-se numa empresária de sucesso.”

O júri é formado pelos escritores J. M. Coetzee, Paul Auster, Peter Handke, Don de Lillo e Siri Hustvedt, pelo realizador Luca Guadagnino, o violinista Gidon Kremer e o artista plástico José Barrias.

Este ano, o Festival estende-se, além dos novos espaços em Lisboa, ao Centro Cultural de Belém, à Torre de Belém, ao Mosteiro de São Vicente de Fora e aos Museus da Politécnica.

Quanto a personalidades, poderemos contar com Léos Carax, Matthew Barney, David Cronenberg, Yasmina Reza, Christopher Doyle, Paul Giamatti, Miquel Barceló e ainda os irmãos Dardenne.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This