Summer-Reading

Mão cheia de Livros | Especial Verão 2017

Especial - Leitura de férias

As férias chegaram. Vivam as férias! Mas melhor que ir de férias é gozá-las na companhia de quem mais se gosta… e de um belo livro. A pensar naqueles que não dispensam uma boa leiyura, o Rua de Baixo deixa algumas sugestões, 15, tal como o número de dias que muitos de nós vão passar longe das normais obrigações quotidianas e pertíssimo do paraíso.

bruxasDa autoria de Stacy Schiff, vencedora do Prémio Pulitzer, As Bruxas (Marcador Editora) mistura intriga, ação e suspense e leva-nos para uma histérica Salem, Massachusetts, onde, no início de 1692, durante um inverno rigoroso, a sobrinha de um pastor começa subitamente a revelar um comportamento estranho. Levantam-se suspeitas de bruxaria e na sequência são julgados, e enforcados, 19 homens e mulheres. Com base em registos verídicos, e assentes sobre uma intensa pesquisa, Schiff revela uma parte da história norte-americana e as tensões da vida colonial sob o puritanismo e obscurantismo religioso.

Aclamada internacionalmente como um dos nomes maiores do suspense com laivos românticos, Linda Howard fez-nos chegar recentemente Ameaça entre as Sombras (Harper Collins), um livro que conta as desventuras de Morgan Yancy, um militar perito em operações paramilitares que regressa de uma missão que quase lhe retirou a vida.

sombrasDepois de recuperar, é enviado pelo seu supervisor para um lugar isolado, para salvaguardar a sua integridade e esconder-se das recentes ameaças, e conhece a sensual Bo Maran, chefe de polícia de uma pequena aldeia montanhosa na Virgínia Ocidental e a braços com uma rixa local entre os habitantes de Hamrickville.

Com o passar das semanas, tornou-se complicado, para Bo e Morgan, lutar contra a intensa atração e crescente intimidade, apesar de esta estar muito consciente de que aquele homem esconde alguma coisa. Contudo, se a verdade vier à tona Bo arrisca pagar uma conta elevada. E, se o disfarce de Morgan for descoberto, vidas ficam em risco.

herdeirosUma década depois, Idelfonso Falcones volta à cidade condal com Os Herdeiros da Terra (Suma de Letras), a sequela de A Catedral do Mar e um romance histórico que promete voltar a apaixonar os milhões de leitores que acompanharam a trama que vagueia na Barcelona do século XIV. Os sinos da igreja de Santa Maria do Mar continuam a soar para os moradores do bairro de La Ribera, mas Hugo Llor, filho de um marinheiro já falecido, ouve o carrilhão com especial atenção. Trabalhador nos estaleiros, graças à generosidade de Arnau Estanyol, tem o sonho de se tornar construtor naval mas terá de lutar contra a implacável família Puig, inimiga ferrenha do seu mentor e que aproveita a sua posição diante do novo rei para executar uma vingança que vem arquitetando há anos.

A Rapariga no GeloSe gosta de policiais, não vai querer perder A Rapariga no Gelo (Alma dos Livros), o mais recente livro do britânico Robert Bryndza, cuja ação é sublinhada pela chuva característica e invernia de Londres. No centro das atenções está a detetive Erika Foster, ainda a lutar contra o drama da morte do marido, também polícia, que acaba de ser chamada para liderar a investigação do assassinato de uma jovem cujo corpo foi encontrado congelado. A vítima é uma atraente rapariga, conhecida nas revistas cor-de-rosa e que parecia ter a vida “perfeita”. Mas quando Erika começa a cavar mais fundo, vai ligando os pontos entre esse crime e a morte de três prostitutas, todas encontradas estranguladas, com as mãos amarradas. E quanto mais Erika se aproxima da verdade, mais sente a sombra do assassino.

diasDo irlandês Sebastian Barry, finalista por duas vezes do Man Booker Prize e autor do aclamado romance Escritos Secretos, chega-nos Dias Sem Fim (Bertrand Editora), um livro inspirado nas histórias contadas pelo seu avô e que mistura um cenário de guerra com uma história de um grande amor entre dois combatentes. Depois de se alistar no exército norte-americano na década de 1950, apenas com dezassete anos, Thomas McNulty e o seu companheiro de armas John Cole lutam nas guerras índias e na guerra civil. Tendo os dois ultrapassado terríveis agruras, os seus dias são agora cheios de vida e de espanto, apesar dos horrores que os dois presenciaram e em que participaram. Mas quando uma menina índia aparece no seu caminho, Thomas e John têm de decidir qual a melhor vida para todos face aos terríveis perigos que enfrentam.

predio

 

Num prédio só de mulheres, em que os homens não entram, são, paradoxalmente, as memórias masculinas que mais o habitam e provocam feridas, raiva e desejo das suas habitantes. Por isso, tomam uma decisão: nunca mais se apaixonarem! Tudo corre como planeado até que Juliette, a nova inquilina, vem abalar toda a comunidade pois ainda, qual audácia, acredita no amor. Da autoria da fotógrafa e escritora belga Karine Lambert, O Prédio das Mulheres Que Desistiram dos Homens (Topseller, 2017) é um romance impregnado de uma acutilante ironia que coloca em causa o amor, a confiança e o futuro.

abandaIntegrado na Coleção Afonso Cruz, um desafio lançado ao autor de livros como Para Onde Vão os Guarda-chuvas e Nem todas as Baleias Voam pela editora Alfaguara, A Banda é um livro ilustrado por Nádia Albuquerque e Tiago Albuquerque inspirado na canção homónima de Chico Buarque. O objetivo da coleção é «dar a conhecer alguns dos textos que mais marcaram o escritor português, com ilustrações de artistas portugueses» e a ideia é publicar dois títulos por ano, sem formato fixo.

sexoAinda no formato BD, chegou recentemente às livrarias Criminosos do Sexo N.º 2 -Dois mundos, uma polícia (Devir, 2017), de Matt Fraction e Chip Zdarsky. Neste regresso da bibliotecária Suzie e do ator Jon, dupla que partilha a “habilidade” de fazer parar o tempo quando atingem o orgasmo, os Fraction e Zdarsky apostam na consolidação da relação do duo que decidem aproveitar a referida e excitante capacidade para assaltar bancos. A dúvida é o que fazer com o vazio que surge depois de terminada a emoção…

seAssumida ode literária à música, e ao prazer que a mesma proporciona, Se Beethoven Pudesse Ouvir-Me (Objetiva, 2017), de Ramon Gener, assume-se como uma espécie de guia para a felicidade em que a chamada primeira arte é tida por «a melhor companheira de viagem com que poderia ter sonhado». Confesso apaixonado pelos sons que lhe assaltam a alma, Gener não tem dúvidas que o que mais o realiza é «compartilhar essa paixão, tornando-nos cúmplices nessa maneira de viver e sentir» e assim é possível «compreender o valor da amizade, a necessidade da imaginação ou a importância de sermos sempre curiosos e corajosos».  Se Beethoven Pudesse Ouvir-Me é um livro «cheio de história, histórias curiosas, pinceladas biográficas, sentido de humor, paixão e muita, muita música».

hojeAnos 1980, na margem sul, o primo João Jorge morre. São estes os dados que lançam Hoje Estarás Comigo no Paraíso (Quetzal, 2017), de Bruno Vieira Amaral, uma investigação particular de um assassínio que faz um elogio a memórias como a infância, a família, o bairro, a Angola antes e depois da independência, e a ausência maior de uma figura paterna. Num registo que varia entre a confissão, o sussurro e uma visão analítica com base em arquivos de imprensa e das autoridades judiciais, assim como a relatos de familiares e amigos, Bruno Vieira Amaral, enquanto narrador ou testemunha, edifica uma tentativa de reconstrução da verdade onde o passado é uma linha em constante desalinho.

Com um enredo empregado de ação, suspense e reviravoltas inesperadas, A Sétima Praga (Bertrand Editora, 2017), marca o regresso do norte-americano James Rollins e das desventuras da Força Sigma, organização dirigida pelo peculiar Painter Crowe, desta vez envolvida numa ameaça bíblica que pode colocar em causa o futuro da humanidade. Tudo tem início com a morte do arqueólogo professor Harold McCabe depois de ter sido dado como desaparecido no deserto do Susão dois anos antes. A morte ganha contornos ainda mais estranhos depois de a autopsia revelar que alguém tinha começado a mumificar o professor em vida. Pior, todos os médicos envolvidos na autópsia adoeçam e morram, e uma estranha doença arrasa o Cairo. E tudo começa a fazer sentido pois McCabe desapareceu enquanto procurava vestígios das dez pragas de Moisés… Resta à equipa de Crowe, na companhia de Jane, filha de McCabe, tentar resolver o mistério.

the callDa autoria do irlandês Peadar O’GuilinThe Call (Topseller, 2017), conta a história de sobrevivência dos adolescentes irlandeses que sabem ir passar pela mais perigosa experiência da sua vida pois está na altura de serem Chamados. Ouve-se uma trombeta e durante três minutos e quatro segundos o mundo assume uma contagem temporal diferente e a Terra Cinzenta fica sob a ameaça dos terríveis Síndhe, gente que luta cada vez mais para fazer baixar a crescente taxa de sobrevivência à caçada imposta aos jovens da Nação. Repleto de ação, The Call é uma aventura a não perder pelos fãs de Maze Runner ou Jogos da Fome.

Começou na escola, cresceu no Facebook e está agora em livro. Falamos do projeto de Pedro Pinto, João Ramalhinho e Gonçalo Castro, trio que recentemente lançou O Caderno das Piadas Secas (Manuscrito, 2017), um livro que vai tornar o verão mais quente… e seco. A culpa é das mais de 500 piadas, ou tentativas, reunidas nesta obra que, segundo os autores, tem um parentesco duvidoso: será prima ou sobrinha?

a-musaEm Londres, na década de 1960, uma imigrante proveniente das Caraíbas trabalha numa galeria de arte onde surge um quadro perdido durante a Guerra Civil espanhola, envolto em segredos inexplicáveis. A sua origem e autor deixa dúvidas mas descobre-se que está ligado à Espanha rural dos anos 1930 e terá pertencido ao clã Schloss, conhecidos negociantes de arte. Mas essa família estava envolta de um turbilhão que envolvia Olive, filha do abastado negociante de arte, que acalenta ambições que os pais desconhecem. Além disso, surge por terras de Andaluzia o artista revolucionário Isaac Robles e a sua meia-irmã, Teresa, duo que vai, definitivamente, abalar os Schloss. Estão assim lançados os dados de A Musa (Editorial Presença, 2017), o mais recente romance de Jessie Burton, autora bestseller que ficou conhecido depois do sucesso de O Miniaturista.

Além de diversão, as férias podem também ser um período de reflexão e preparação do futuro, para pais e filhos. E foi a pensar nisso que o professor Jorge Rio Cardoso acaba de lançar Do Secundário à Universidade com Sucesso, Bora Lá? (Guerra & Paz – Clube do Livro SIC), um guia repleto de ferramentas práticas para fazer um ensino secundário de excelência e preparar assim a chegada à universidade. Entras as estratégias recomendadas estão exemplos práticos para desenvolver um método de estudo adequado, organização, aptidões digitais, uma excelente comunicação oral e escrita e quais as competências a desenvolver para que ao sucesso escolar se juntem as valências sociais que ajudam um bom aluno a ser também um cidadão responsável e solidário.

Boas leituras!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This